Imprensa livre e independente
27 de fevereiro de 2019, 08h22

Falta de articulação política do governo provoca debandada do centrão

Partidos dizem que ao apoiar o governo só acumulariam desgaste, sem nenhuma condição para de fato negociar com os parlamentares

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Até o centrão, conhecido por seu fisiologismo natural, rejeitou a possibilidade de ocupar espaços na vice-liderança do governo na Câmara. A atitude é resultado de irritação com a falta de articulação política do Planalto com o Congresso. Ficaram de fora da vice-liderança partidos como PRB, PSD, DEM e MDB. Com isso, a composição de seus parlamentares aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (25) é composta de deputados independentes das legendas, muitos dos quais já ocupam espaço na tropa de choque do governo. Como ainda há espaços na vice-liderança, as siglas dizem que esperam alguma sinalização do Planalto —das nomeações...

Até o centrão, conhecido por seu fisiologismo natural, rejeitou a possibilidade de ocupar espaços na vice-liderança do governo na Câmara. A atitude é resultado de irritação com a falta de articulação política do Planalto com o Congresso.

Ficaram de fora da vice-liderança partidos como PRB, PSD, DEM e MDB. Com isso, a composição de seus parlamentares aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (25) é composta de deputados independentes das legendas, muitos dos quais já ocupam espaço na tropa de choque do governo.

Como ainda há espaços na vice-liderança, as siglas dizem que esperam alguma sinalização do Planalto —das nomeações em segundo escalão, por exemplo— para que haja mudança na decisão.

Partidos dizem que só acumulariam desgaste, sem nenhuma condição para de fato negociar com os parlamentares.

A articulação do Planalto com o Congresso tem sido alvo constante de críticas dos parlamentares. Um dos principais pontos de conflito é a nomeação de cargos de segundo e terceiro escalão nos estados.

A ideia do governo de criar um “banco de talentos” para que deputados façam indicações por meio de uma plataforma online caiu mal entre os parlamentares, que se dizem ofendidos com o discurso antipolítica adotado pelo presidente.

Veja também:  No programa do Ratinho, Moro tenta amenizar embate com a Câmara por pacote anticrime

Além disso, condicionam a votação da reforma à apresentação do texto que mudará a lei da aposentadoria dos militares.

Com informações da Folha

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum