Imprensa livre e independente
07 de janeiro de 2019, 22h09

Faustão recua e diz que não se referiu a Bolsonaro quando falou de política em seu programa

Fausto Silva havia feito um discurso político em seu último programa sobre "o imbecil que está lá e não deveria estar" e muita gente achou que se tratava de uma indireta para Jair Bolsonaro; apresentador, no entanto, gravou vídeo para esclarecer que se referia aos políticos de maneira geral

Reprodução/TV Globo
Depois da enorme repercussão causada por um comentário político no programa “Domingão do Faustão”, da Globo, no último domingo (6), o apresentador Fausto Silva recuou e afirmou, em vídeo gravado e divulgado nesta segunda-feira (7), que não se referia ao presidente Jair Bolsonaro quando falou sobre “o imbecil que está lá”. “Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro (e nós sabemos muito bem) é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá...

Depois da enorme repercussão causada por um comentário político no programa “Domingão do Faustão”, da Globo, no último domingo (6), o apresentador Fausto Silva recuou e afirmou, em vídeo gravado e divulgado nesta segunda-feira (7), que não se referia ao presidente Jair Bolsonaro quando falou sobre “o imbecil que está lá”.

“Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro (e nós sabemos muito bem) é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá (e não deveria estar) pode até ser honesto, mas é um idiota que está ferrando com todo mundo”, havia dito o apresentador. Como muita gente interpretou a fala como uma indireta para o presidente eleito, apoiadores de Bolsonaro ficaram revoltados.

No vídeo, Faustão esclareceu que o programa exibido foi gravado no ano passado e que se referia aos políticos de uma forma geral, e não a um em específico ou seus eleitores.

Veja também:  Receita quer comprovação de saída e retorno de suposto empréstimo de Bolsonaro a Queiroz

“Em nenhum momento eu falei do atual presidente e muito menos dos seus seguidores, chamando de imbecil. Eu falei que, muitas vezes, um político é imbecil, acaba entrando nessa onda da vaidade e esquece dos problemas do país”, pontuou.

Assista.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum