10 de julho de 2018, 20h49

Festival Lula Livre reunirá artistas e intelectuais dia 28 no Rio de Janeiro

Segundo o manifesto, o evento não significa apenas um gesto de solidariedade ao mais popular presidente do país, mas uma exigência para que se respeite a Justiça

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Um grande número de artistas e intelectuais e representantes de movimentos sociais marcará presença em um evento previsto para o próximo dia 28 de julho, nos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro: Festival Lula Livre. O objetivo é convocar para um dia de festa e luta em defensa da democracia e pela liberdade do ex-presidente, preso político que está desde abril na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

A organização afirma que já há mais de 10 músicos confirmados, mas só serão divulgados posteriormente. Em junto, Chico Buarque e Martinho da Vila anunciaram oficialmente a realização do festival. Ao lado de um grupo como Lucélia Santos, Luís Nassif, Conceição Evaristo, Fernando Morais, José Celso Martinez Correa, Hildegard Angel, Luiz Carlos Barreto e Ziraldo, os dois anunciaram, através de nota, o grande evento pela libertação de Lula.

De acordo com a nota, o objetivo é pedir a imediata libertação de Luiz Inácio Lula da Silva que, de acordo com os artistas, “não significa apenas um gesto de solidariedade ao mais popular presidente deste nosso país. Significa também um gesto de solidariedade a todos nós, brasileiros e brasileiras. Um gesto de exigência para que se respeite a Justiça, pilar básico de qualquer sistema minimamente democrático”.