Imprensa livre e independente
06 de março de 2018, 12h39

Fiasco de público: Avaliação de Temer melhora em 0,9% depois da intervenção do Rio

Desempenho positivo do governo de Michel Temer oscilou de 3,4% dos entrevistados, em setembro do ano passado, para 4,3% em março, segundo pesquisa CNT/MDA

O índice de desaprovação de Michel Temer segue bem alto, com 73,3% dos entrevistados avaliando a gestão como negativa – Foto: Lula Marques/AGPT Mesmo depois da intervenção no Rio de Janeiro, o governo de Michel Temer continua batendo recordes de desaprovação. De acordo com pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) ao Instituto MDA, veiculada nesta terça-feira (6), a avaliação do governo do emedebista, como ótimo/bom, é de apenas 4,3% da população brasileira. Em setembro de 2017, momento do último levantamento da CNT/MDA, a gestão Temer era considerada ótima/boa por 3,4% dos brasileiros, com a variação dentro da margem...

O índice de desaprovação de Michel Temer segue bem alto, com 73,3% dos entrevistados avaliando a gestão como negativa – Foto: Lula Marques/AGPT

Mesmo depois da intervenção no Rio de Janeiro, o governo de Michel Temer continua batendo recordes de desaprovação. De acordo com pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) ao Instituto MDA, veiculada nesta terça-feira (6), a avaliação do governo do emedebista, como ótimo/bom, é de apenas 4,3% da população brasileira. Em setembro de 2017, momento do último levantamento da CNT/MDA, a gestão Temer era considerada ótima/boa por 3,4% dos brasileiros, com a variação dentro da margem de erro. Esta é a primeira pesquisa de avaliação do governo depois da intervenção federal no Rio de Janeiro, decretada em 16 de fevereiro. Ou seja, após essa ação, a avaliação positiva de Temer teve insignificante melhora de 0,9%. As informações são de Luciana Amaral, do UOL.

Em contrapartida, o índice de desaprovação segue bem alto, com 73,3% dos entrevistados avaliando a gestão como negativa, e 20,3% que consideram o governo Temer como regular; 2,1% não souberam ou não quiseram responder. Em relação ao desempenho pessoal de Temer, os índices seguem baixos: 10,3% aprovam o emedebista, enquanto 83,6% o reprovam. Não souberam responder ou não responderam ficou em 6,1%.

Veja também:  Projeto de criminalização da homofobia aprovado no Senado abre exceção para templos religiosos

A pesquisa CNT/MDA entrevistou 2002 pessoas entre 28 de fevereiro e 3 de março em 137 municípios de 25 unidades federativas do Brasil. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de nível de confiança. O levantamento está registrado no TSE como BR-06600/2018.

Apoio à intervenção

Apesar desses números, ainda de acordo com a pesquisa, 69% dos entrevistados acreditam que a intervenção federal no Rio foi uma decisão acertada do governo. Em contrapartida, 12,3% das pessoas que participaram do levantamento discordam da iniciativa e acham que ela foi inadequada. Para 11,4%, a intervenção é indiferente.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum