Imprensa livre e independente
15 de fevereiro de 2018, 22h14

Filha de Haddad entra na POLI-USP

Família "uspiana": Pai, mãe e filho mais velho são formados pela USP. Agora, caçula é a mais nova estudante da Universidade de São Paulo

Reprodução/Facebook
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, anunciou pelo seu Facebook na noite desta quinta-feira (15) que sua filha mais nova, Ana Carolina Haddad, foi aprovada para entrar na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), sem especificar o curso. Com a entrada da filha caçula no mundo universitário, a família toda marca, agora, seu sobrenome na maior universidade do país. Fernando Haddad é bacharel em Direito, mestre em Economia e doutor em Filosofia, tudo pela USP. Ele ainda é professor licenciado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo. Sua esposa, Ana...

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, anunciou pelo seu Facebook na noite desta quinta-feira (15) que sua filha mais nova, Ana Carolina Haddad, foi aprovada para entrar na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), sem especificar o curso.

Com a entrada da filha caçula no mundo universitário, a família toda marca, agora, seu sobrenome na maior universidade do país.

Fernando Haddad é bacharel em Direito, mestre em Economia e doutor em Filosofia, tudo pela USP. Ele ainda é professor licenciado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo.

Sua esposa, Ana Estela Haddad, tem curso superior de Odontologia, mestrado, doutorado e livre-docência, todos pela Universidade de São Paulo (USP).

Já o filho mais velho, Frederico Haddad, formou-se há poucos anos pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, também da USP.

 

 

Veja também:  Haddad sobre pivô da demissão de Joaquim Levy: "Bozo não conseguiria conviver com tanto talento"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum