Imprensa livre e independente
25 de abril de 2019, 08h55

Filho de João Gilberto acusa a irmã, Bebel, de querer ‘roubar o pai’

Ela respondeu por meio de nota. O bate-boca dos dois se deu através do jornal O Globo

Foto: Arquivo pessoal de João Marcelo
João Marcelo Gilberto, filho de João Gilberto que mora nos Estados Unidos, resolveu quebrar o silêncio e partir pra cima da irmã, a cantora Bebel Gilberto, que interditou o pai e passou a cuidar de sua vida financeira. No final da tarde desta quarta-feira (24), os dois bateram boca através do jornal O Globo. João Marcelo, que é produtor musical em Nova Jersey, disse que a irmã está “roubando o pai”. “Ele se sente um prisioneiro, a Bebel só dá R$ 1 mil por semana. Ela está roubando todo o dinheiro do meu pai, vivendo que nem uma rainha. Cortou o...

João Marcelo Gilberto, filho de João Gilberto que mora nos Estados Unidos, resolveu quebrar o silêncio e partir pra cima da irmã, a cantora Bebel Gilberto, que interditou o pai e passou a cuidar de sua vida financeira. No final da tarde desta quarta-feira (24), os dois bateram boca através do jornal O Globo. João Marcelo, que é produtor musical em Nova Jersey, disse que a irmã está “roubando o pai”.

“Ele se sente um prisioneiro, a Bebel só dá R$ 1 mil por semana. Ela está roubando todo o dinheiro do meu pai, vivendo que nem uma rainha. Cortou o orçamento dele para pedir comida no restaurante Degrau (no Leblon), o que ele fazia há anos”, afirma João Marcelo, em entrevista por telefone, na manhã desta quarta-feira.

Bebel respondeu ao irmão por meio de nota: “Espero que o meu irmão nos procure para dividir comigo a responsabilidade de zelar pela privacidade e bem estar do nosso pai ao invés de usar as suas mídias e as redes sociais para fins pessoais”, disse.

Veja também:  Sergio Moro queria R$ 2,5 bilhões da "fundação Dallagnol" para seu ministério

João Marcelo afirmou ainda que “Bebel me excluiu completamente, e está espalhando muitas mentiras sobre mim e a minha família. Eu estou conversando com meu pai todo dia, e ele me deu permissão para falar. Avisei: ‘pai, vou falar horrores para a imprensa’, e ele disse para eu fazer isso mesmo. Meu pai me chama de ‘John Junior’, eu sou como ele, reservado. Nunca quis estar nos holofotes, mas preciso falar”, continua.

Ainda de acordo com João Marcelo, a interdição que João Gilberto sofreu por parte da irmã teve justamente o objetivo de cuidar desses dois aspectos de sua vida – à época, Bebel divulgou que ele sofria de “confusão mental havia alguns anos” e “absoluta penúria financeira”. Mas o irmão não concorda com a condução da situação.

O cantor ganhou recentemente uma ação avaliada em R$ 173 milhões por direitos autorais de seus primeiros discos. Enquanto isso, teria dívidas acumuladas com o condomínio em que mora.

“Este dinheiro da ação está para sair. Por isso a Bebel está tão interessada”, acusa.

Veja também:  Reviravolta na eleição da Argentina: líder nas pesquisas Cristina Kirchner anuncia que será candidata a vice

João Marcelo é filho da cantora Astrud Gilberto, de quem João se separou para se unir à também cantora Miúcha, mãe de Bebel. Os dois irmãos se conheceram já bem crescidos. Ele conta que tentou convencer o pai, no passado, a aceitar seu auxílio para lidar com suas contas. Mas ele recusou.

“Ele é muito turrão e não quis ceder. O que aconteceu? A Bebel foi lá. Minha missão na vida é conseguir justiça para meus pais. Minha mãe também foi roubada. Não recebeu pela gravação de ‘Garota de Ipanema’ (de 1964, com o saxofonista norte-americano Stan Getz), que estourou no mundo todo e vendeu 27 milhões de cópias. Ela é mais conhecida mundialmente do que João Gilberto.”

João Marcelo disse ainda que quer tentar reverter a interdição. “Mas está tudo parado, por conta da Bebel, que tem a ajuda da (produtora) Paula Lavigne. Eu estou quebrado. Gastei uma fortuna indo ao Brasil diversas vezes para tentar endireitar as coisas”, diz ele.

Veja também:  Bolsonaro bloqueia verba de três hospitais universitários que atenderiam 2,7 milhões de pessoas

Procurada pelo Globo, Paula comentou:

“A ajuda que ele menciona se refere aos advogados de Bebel serem da minha família. Lembrando: quem se preocupa com a questão financeira é ele. Bebel se preocupa com a saúde do pai. Existe todo um controle judicial sobre este caso, o juiz cuidando disso é muito sério. E, se ele está dizendo que estou ajudando Bebel a roubar o pai, vai ter que provar na Justiça.”

Com informações do Globo

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum