Imprensa livre e independente
02 de fevereiro de 2018, 09h02

Filho mais velho de Fidel Castro comete suicídio após quadro de “depressão profunda”

De acordo com nota do governo cubano, "durante sua atividade profissional, inteiramente dedicada à ciência, ‘Fidelito” obteve relevantes reconhecimentos nacionais e internacionais"

De acordo com nota do governo cubano, “durante sua atividade profissional, inteiramente dedicada à ciência, ‘Fidelito” obteve relevantes reconhecimentos nacionais e internacionais” Da Redação* O filho mais velho do ex-presidente cubano Fidel Castro Ruz cometeu suicídio, nesta quinta-feira (1), segundo a imprensa estatal cubana. Fidel Castro Díaz-Balart, de 68 anos, era o único filho nascido do casamento de Fidel Castro com Mirta Diaz-Balart. Conhecido popularmente como “Fidelito”, estava em “depressão profunda” há vários meses, segundo o jornal “Granma”. “O doutor em Ciências Fidel Castro Díaz-Balart, que vinha sendo atendido por um grupo de médicos há vários meses por um estado...

De acordo com nota do governo cubano, “durante sua atividade profissional, inteiramente dedicada à ciência, ‘Fidelito” obteve relevantes reconhecimentos nacionais e internacionais”

Da Redação*

O filho mais velho do ex-presidente cubano Fidel Castro Ruz cometeu suicídio, nesta quinta-feira (1), segundo a imprensa estatal cubana. Fidel Castro Díaz-Balart, de 68 anos, era o único filho nascido do casamento de Fidel Castro com Mirta Diaz-Balart. Conhecido popularmente como “Fidelito”, estava em “depressão profunda” há vários meses, segundo o jornal “Granma”.

“O doutor em Ciências Fidel Castro Díaz-Balart, que vinha sendo atendido por um grupo de médicos há vários meses por um estado depressivo profundo, atentou contra sua vida na manhã de hoje, primeiro de fevereiro”, comunicou o jornal estatal.

“Como parte de seu tratamento, ele inicialmente exigiu um regime de hospitalização e depois continuou com o acompanhamento ambulatorial durante sua reincorporação social”, prossegue o comunicado, lembrando que “durante sua atividade profissional, inteiramente dedicada à ciência, obteve relevantes reconhecimentos nacionais e internacionais”.

Os funerais serão organizados “por decisão familiar”, conclui a nota.

Veja também:  Santos recebe XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba

As últimas vezes em que ele foi visto em público foram no funeral de seu pai e na posse do prêmio Nobel de Química, o americano Peter Agre, como membro da Academia de Ciências de Cuba, em agosto do ano passado, em Havana.

Dentro da tradição da família Castro de manter sua intimidade familiar afastada do foco público, existem poucos dados sobre sua vida pessoal.

Ele foi casado com a russa Natasha Smirnova, com quem teve três filhos (Mirta María, Fidel Antonio e José Raúl) e após se divorciar da sua primeira esposa, casou-se com a cubana María Victoria Barreiro.

*Com informações do G1

Foto: Cubadebate

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum