Imprensa livre e independente
26 de março de 2018, 10h12

Filme “Polícia Federal: A Lei é Para Todos” já foi processado cerca de 18 vezes

O procurador Deltan Dallagnol vai atender a equipe do longa na capital paranaense para a continuação

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o filme “Polícia Federal: A Lei é Para Todos” já foi processado cerca de 18 vezes. Segundo o produtor do longa, Tomislav Blazic, alguns dos acusados na Operação Lava Jato que são retratados na trama também acionaram seus advogados. “Mas usamos o argumento da liberação das biografias não autorizadas e todos recuaram”, diz.  Depois de entrevistar o juiz Marcelo Bretas para o roteiro da continuação do filme, o produtor segue para Brasília, onde irá se reunir com a Procuradoria-Geral da República e com o juiz Vallisney de Souza Oliveira. Por fim, em duas semanas, ele irá a Curitiba —o procurador Deltan Dallagnol será o responsável...

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o filme “Polícia Federal: A Lei é Para Todos” já foi processado cerca de 18 vezes. Segundo o produtor do longa, Tomislav Blazic, alguns dos acusados na Operação Lava Jato que são retratados na trama também acionaram seus advogados. “Mas usamos o argumento da liberação das biografias não autorizadas e todos recuaram”, diz. 

Depois de entrevistar o juiz Marcelo Bretas para o roteiro da continuação do filme, o produtor segue para Brasília, onde irá se reunir com a Procuradoria-Geral da República e com o juiz Vallisney de Souza Oliveira.

Por fim, em duas semanas, ele irá a Curitiba —o procurador Deltan Dallagnol será o responsável por atender a equipe do longa na capital paranaense. 

Veja também:  Governo Bolsonaro aprofunda auto-exílio de cientistas e pesquisadores brasileiros

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum