Imprensa livre e independente
13 de maio de 2019, 13h35

Flávio Dino afirma que Bolsonaro pretende enfraquecer Moro com indicação antecipada para STF

No domingo, durante entrevista ao vivo para Milton Neves, o presidente disse ter assumido um compromisso com Moro para indicá-lo para uma vaga no STF

O governador do Maranhão, Flávio Dino (Divulgação)
O governador do Maranhão, Flávio Dino, comentou, em sua conta do Twitter, nesta segunda-feira (13), o golpe contra o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ensaiado pelo presidente Jair Bolsonaro ao anunciá-lo como postulante ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF): Anunciar um candidato a ministro do Supremo com 18 meses de antecedência serve para 3 coisas: 1) evitar um barulhento pedido de exoneração, em face de derrotas; 2) mobilizar outros postulantes e adversários do candidato; 3) enfraquecer ainda mais o ministro da Justiça. — Flávio Dino (@FlavioDino) 13 de maio de 2019 “Anunciar um candidato a ministro do...

O governador do Maranhão, Flávio Dino, comentou, em sua conta do Twitter, nesta segunda-feira (13), o golpe contra o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ensaiado pelo presidente Jair Bolsonaro ao anunciá-lo como postulante ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF):

“Anunciar um candidato a ministro do Supremo com 18 meses de antecedência serve para 3 coisas: 1) evitar um barulhento pedido de exoneração, em face de derrotas; 2) mobilizar outros postulantes e adversários do candidato; 3) enfraquecer ainda mais o ministro da Justiça.”

No domingo, durante entrevista ao vivo para Milton Neves, o presidente disse ter assumido um compromisso com Moro para indicá-lo para uma vaga no STF  (Supremo Tribunal Federal). “Eu fiz um compromisso com ele, porque ele abriu mão de 22 anos de magistratura. Eu falei: ‘A primeira vaga que tiver lá [no STF], está à sua disposição’”, disse Bolsonaro, em entrevista à rádio Bandeirantes.

Veja também:  TRF-4 determina que visitas a Lula não precisam mais ser agendadas

O ministro da Justiça, por sua vez, desmentiu, nesta segunda-feira, o presidente, durante palestra no Congresso Nacional de Macrocriminalidade e Combate à Corrupção, em Curitiba (PR). Moro afirmou que não estabeleceu condições para ocupar o cargo no governo de Bolsonaro.

“Não vou receber um convite para ser ministro estabelecendo condição sobre circunstâncias do futuro que não se pode controlar”, disse Moro.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum