Imprensa livre e independente
27 de novembro de 2018, 17h28

Formado no Instituto Militar de Engenharia, Tarcísio Gomes de Freitas é o futuro ministro da Infraestrutura

Como de costume, Jair Bolsonaro utilizou sua conta no Twitter para anunciar mais um nome de sua equipe

Foto: Reprodução/LinkedIn Jair Bolsonaro (PSL), como de costume, usou sua conta no Twitter para anunciar mais um nome para seu ministério. Ele postou na tarde desta terça-feira (27) que o consultor legislativo Tarcísio Gomes de Freitas será o titular da pasta da Infraestrutura, a partir de janeiro. Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais De acordo com Bolsonaro, Freitas é formado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), atua como consultor legislativo na Câmara dos Deputados e já foi diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes...

Foto: Reprodução/LinkedIn

Jair Bolsonaro (PSL), como de costume, usou sua conta no Twitter para anunciar mais um nome para seu ministério. Ele postou na tarde desta terça-feira (27) que o consultor legislativo Tarcísio Gomes de Freitas será o titular da pasta da Infraestrutura, a partir de janeiro.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

De acordo com Bolsonaro, Freitas é formado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), atua como consultor legislativo na Câmara dos Deputados e já foi diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Atualmente, não existe o Ministério da Infraestrutura. A nova pasta deve absorver o atual Ministério dos Transportes.

Logística

Tarcísio Gomes de Freitas foi nomeado diretor executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura Transporte (Dnit). Iniciou a carreira no Exército, mas acabou ingressando, por concurso, no quadro de auditores da Controladoria-Geral da União (CGU). Chegou a atuar como engenheiro da Companhia de Engenharia Brasileira na Missão de Paz no Haiti, de acordo com a Agência Brasil.

Veja também:  Doria repreende coronel da PM e é criticado pelo Major Olímpio: “Arrogante”

“A recomendação é resolver os problemas de logística, entregar projetos, gerar desenvolvimento, gerar emprego. Então, caminhar muito em conjunto com aquela pauta que é hoje do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) e resolver os problemas que são aqueles sabidos da infraestrutura nacional que acabam onerando o nosso produtor”, afirmou Freitas.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum