04 de junho de 2018, 11h32

Francis Hime pede eleições livres com todos os candidatos no Domingão do Faustão

Frase foi resposta ao apresentador sobre o que seria melhor para o Brasil agora

O cantor e compositor Francis Hime se apresentou no Domingão do Faustão, neste domingo (3). Logo após cantar “Vai Passar”, sucesso dele em parceria com Chico Buarque que foi uma espécie de hino da campanha das eleições diretas, na década de 80, o apresentador perguntou ao cantor o que seria melhor agora para o Brasil.

Sem pestanejar, o apresentador respondeu: “Acho que isso só se resolve com eleições livres. Com todos os candidatos”, fazendo uma referência clara ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso e impedido de se candidatar.

Um hino pelas diretas

“Vai Passar” foi lançada em 1984, no auge da campanha pelas eleições diretas. Em formato de um samba enredo estilizado, a canção fala de forma irônica e no passado de “Um tempo, Página infeliz da nossa história, Passagem desbotada na memória, Das nossas novas gerações, Dormia a nossa pátria mãe tão distraída, Sem perceber que era subtraída, Em tenebrosas, transações”.

Associada sempre a Chico Buarque, a canção tem melodia de Francis Hime e, assim que foi lançada, foi rapidamente adotada como um hino do movimento que explodia pelas ruas do Brasil. Com “Vai Passar”, Chico emplacava pelas ruas o seu segundo samba frontalmente contra a ditadura. O primeiro era “Apesar de Você”, censurado em 1970 e liberada no final da década.