Imprensa livre e independente
27 de junho de 2016, 19h22

Francisco diz que igreja católica deve perdão aos homossexuais

Depois de afirmar que a comunidade LGBT deve ser “integrada à sociedade”, o pontífice foi além e disse que a Igreja, assim como os cristãos, devem pedir desculpas não só “a pessoa que é gay”, mas também aos pobres, às mulheres e às crianças exploradas no trabalho Por Redação Em mais uma declaração que desagrada a ala mais conservadora da igreja católica, o Papa Francisco afirmou que a religião, bem como os fiéis, devem perdão aos homossexuais que ofenderam. “Eu creio que a Igreja não só deve pedir desculpa a essa pessoa que é gay e que ofendeu, mas também...

Depois de afirmar que a comunidade LGBT deve ser “integrada à sociedade”, o pontífice foi além e disse que a Igreja, assim como os cristãos, devem pedir desculpas não só “a pessoa que é gay”, mas também aos pobres, às mulheres e às crianças exploradas no trabalho

Por Redação

Em mais uma declaração que desagrada a ala mais conservadora da igreja católica, o Papa Francisco afirmou que a religião, bem como os fiéis, devem perdão aos homossexuais que ofenderam.

“Eu creio que a Igreja não só deve pedir desculpa a essa pessoa que é gay e que ofendeu, mas também deve pedir desculpas aos pobres, às mulheres e às crianças exploradas no trabalho. Deve pedir desculpas por ter abençoado tantas armas”, disse o líder religioso em uma entrevista concedida a jornalistas no avião papal enquanto voltava da Armênia neste domingo (26).

De acordo com Francisco, que já sinalizou ao longo de seu pontificado uma abertura maior do catolicismo para com o público LGBT, as atitudes da igreja católica com essa população, até então, foram “equivocadas”.

Veja também:  “Bolsonaro adora falar grosso com as mulheres, mas fala fino com os EUA”, diz Juliano Medeiros

Em 2013 o Papa já havia chamado a atenção do mundo todo ao tocar no assunto pela primeira vez. Ele afirmou, na época, que o catecismo não deve marginalizar “essas pessoas” e que os gays devem ser “integrados à sociedade”.

Leia também

Por um mundo com mais Franciscos e menos Malafaias

Foto: Divulgação

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum