10 de julho de 2018, 16h32

Funcionário público que foi demitido por falar ‘Fora Temer’ na Globo é candidato pelo PT-DF

Em julho do ano passado Grassi deu uma entrevista para a TV Globo sobre a programação de férias do zoológico e, ao iniciar sua fala, disse: “Bom dia. Primeiramente, fora Temer, que não está dando mais, né?”.

O ex-diretor-adjunto do Zoológico de Brasília, Erico Grassi Cademartori, é pré-candidato a Deputado Distrital pelo PT nas próximas eleições. Ele foi demitido pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), em julho do ano passado, por ter se manifestado contra o presidente Michel Temer em uma entrevista para a Globo.

Grassil, que já foi candidato em 2014 e teve cerca de 1.800 votos, anunciou a pré-candidatura em postagem na sua conta no Facebook na tarde desta terça-feira (10). Segundo ele, o “DF precisa dos seus candangos. O DF precisa de pessoas que conhecem seus problemas e que tenham compromisso pra mudar”, disse.

Ao final da postagem, ele agradece à família e “à querida Erica Kokay, todos que com muita responsabilidade e carinho vêm me dando apoio para levar novamente às urnas um projeto de ter em Brasília uma cidade melhor”, concluiu.

Demitido por Rodrigo Rollemberg

Em julho do ano passado Grassi deu uma entrevista para a TV Globo sobre a programação de férias do zoológico e, ao iniciar sua fala, disse: “Bom dia. Primeiramente, fora Temer, que não está dando mais, né?”. Foi o suficiente para que horas depois ele recebesse uma ligação do próprio governador o demitindo.

Em nota, o governo do Distrito Federal justificou a demissão.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, decidiu exonerar o diretor-adjunto do Jardim Zoológico, Erico Grassi Cademartori, por sua atitude durante entrevista a uma emissora de televisão nesta quarta-feira (5).

O governador conversou, por telefone, com o diretor-adjunto e explicou que ele concedia entrevista na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestação política.

Cademartori colocou-se à disposição do Governo para realizar a transição do cargo.