Seja Sócio Fórum
27 de dezembro de 2017, 09h59

Garotinho diz ter documentos provando acusações à Globo

Solto na semana passada após decisão do ministro Gilmar Mendes, o ex-governador do Rio de Janeiro publicou texto em seu blog em que afirma ter documentos que provam que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf Por Redação  O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) publicou um texto em seu blog, nesta terça-feira (26), em que diz ter documentos que provam que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf (federação de futebol da América Central e do Norte) para adquirir o direito de transmissão...

Solto na semana passada após decisão do ministro Gilmar Mendes, o ex-governador do Rio de Janeiro publicou texto em seu blog em que afirma ter documentos que provam que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf

Por Redação 

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) publicou um texto em seu blog, nesta terça-feira (26), em que diz ter documentos que provam que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf (federação de futebol da América Central e do Norte) para adquirir o direito de transmissão de eventos esportivos.

Ele estava preso, acusado de compra de votos nas eleições de 2012 e de receber dinheiro de caixa 2 no pleito de 2014, e foi solto na semana passada, após a aceitação de um recurso de sua defesa. Ele retomou as publicações de seu blog seis dias após deixar a cadeia, justamente com o texto em que promete divulgar os documentos que incriminariam a Globo.

Entre as provas que Garotinho diz ter, está um documento que mostraria a ligação entre a Globo e J. Hawilla, “que promete levar para a prisão outros dirigentes da entidade que comanda o futebol brasileiro e de outras federações, confederações e da própria Fifa”. A ligação entre Hawilla com a emissora estaria exposta em notações de pagamentos com a sigla “MCP”, que Garotinho diz ser uma referência ao ex-diretor da Globo. Marcelo Campos Pinto, e sociedades entre o empresário e a família Marinho.

Em nota, a emissora reafirmou seu “compromisso com relações éticas” nesse tipo de negociação e seu “total apoio às investigações e medidas judiciais que garantam a integridade e transparência no futebol”.

Confira o texto de Garotinho aqui.

 

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum