ASSISTA
28 de dezembro de 2016, 15h47

Gilberto Gil processará homem que lhe xingou de “macaco filho da p…”

Tribunal de Justiça do Rio determinou que os sites Rede Pensa Brasil e Folha Digital retirem do ar links com uma falsa entrevista com o cantor. Por Redação O cantor e compositor Gilberto Gil ganhou autorização do Tribunal de Justiça do Rio para que o Facebook forneça os dados do Hernandes dos Reis, autor de comentários racistas sobre […]

Tribunal de Justiça do Rio determinou que os sites Rede Pensa Brasil e Folha Digital retirem do ar links com uma falsa entrevista com o cantor.

Por Redação

O cantor e compositor Gilberto Gil ganhou autorização do Tribunal de Justiça do Rio para que o Facebook forneça os dados do Hernandes dos Reis, autor de comentários racistas sobre Gil, em que ele xingava o artista de “macaco filho da puta”.

A Justiça também determinou que os sites Rede Pensa Brasil e Folha Digital retirem do ar links com uma falsa entrevista em que Gilberto Gil critica o juiz Sérgio Moro e defende o ex-presidente Lula de acusações na Operação Lava Jato. Gil afirma que jamais concedeu entrevista aos sites em questão.

Foto de Capa: Reprodução Facebook