27 de abril de 2018, 10h02

Gilmar Mendes: “Lula fora da cadeia só quando se declarar fora do páreo presidencial”

O “conselho” teria sido dado a interlocutores petistas de Gilmar, segundo matéria da revista Época

De acordo com a matéria da revista Época, “O companheiro Gilmar Mendes”, publicada nesta quinta-feira (26), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, teria dito a interlocutores petistas que as possibilidades do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sair da cadeia só iriam melhorar quando ele se declarar fora do páreo presidencial.

A revista diz ainda que, “com Lula fora da eleição, prevê Mendes, é possível que a pena do ex-presidente, condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, seja diminuída pelo Supremo”.

Para Mendes, prossegue a revista, “o Supremo deve rever a pena por lavagem de dinheiro aplicada a Lula, crime que, na visão de alguns juristas, não estaria caracterizado no caso do tríplex. ‘É preciso discutir se os dois crimes pelos quais ele foi condenado são realmente dois crimes’, disse o ministro, na terça-feira dia 24”.