Imprensa livre e independente
01 de dezembro de 2017, 19h55

Gilmar Mendes manda soltar o amigo Jacob Barata pela terceira vez

Empresário, conhecido como “Rei do ônibus”, foi padrinho de casamento da filha do ministro do STF e, segundo o MPF, já chegou a mandar flores para Gilmar.

Empresário, conhecido como “Rei do ônibus”, foi padrinho de casamento da filha do ministro do STF e, segundo o MPF, já chegou a mandar flores para Gilmar. Da Redação* Gilmar Mendes continua protegendo os amigos. O ministro do Supremo Tribunal Federal voltou a determinar a soltura dos empresários Jacob Barata Filho (foto), conhecido no Rio como “Rei do ônibus”, e Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor, nesta sexta-feira 1º. Os dois foram presos pela primeira vez em julho, na Operação Ponto Final, um desdobramento da Lava Jato, e soltos duas vezes em agosto por Gilmar. Barata foi padrinho de casamento da filha...

Empresário, conhecido como “Rei do ônibus”, foi padrinho de casamento da filha do ministro do STF e, segundo o MPF, já chegou a mandar flores para Gilmar.

Da Redação*

Gilmar Mendes continua protegendo os amigos. O ministro do Supremo Tribunal Federal voltou a determinar a soltura dos empresários Jacob Barata Filho (foto), conhecido no Rio como “Rei do ônibus”, e Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor, nesta sexta-feira 1º. Os dois foram presos pela primeira vez em julho, na Operação Ponto Final, um desdobramento da Lava Jato, e soltos duas vezes em agosto por Gilmar.

Barata foi padrinho de casamento da filha de Gilmar e, segundo o Ministério Público Federal, o ministro já recebeu flores do empresário. O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot chegou a pedir sua suspeição no caso. Apesar da proximidade, Gilmar Mendes nunca se declarou suspeito.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Agência Brasil

 

Veja também:  Pesquisa indica que desigualdade de renda no Brasil atinge maior patamar já registrado

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum