Gleisi Hoffmann: “São acusações falsas produzidas num acordo entre promotores e criminosos”
19 de junho de 2018, 11h27

Gleisi Hoffmann: “São acusações falsas produzidas num acordo entre promotores e criminosos”

A senadora Gleisi Hoffmann divulgou vídeo onde comenta o seu julgamento pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Veja aqui

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) divulgou vídeo, nesta terça-feira (19), onde diz que o seu julgamento pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) se deve por ela ser presidente nacional do partido e por defender o direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ser candidato às eleições presidenciais de outubro.

“Há quatro anos, eu e a minha família temos que viver sob o peso de acusações falsas produzidas num acordo entre promotores e criminosos condenados, em troca de benefícios penais e financeiros para os delatores. Para construir a falsa denúncia, eles fizeram e refizeram delações de presos. As delações são conflitantes entre si, o conteúdo de uma contradizia a outra. Eles foram ajeitando, até formar um roteiro contra mim. É uma história sem pé nem cabeça”, diz a senadora.

“A cada dia fica mais claro que a acusação contra mim faz parte da tentativa da Lava Jato de atacar e criminalizar o Partido dos Trabalhadores”, diz ela no vídeo veiculado pelo PT nas redes sociais.

Ela e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo (PT), são acusados de solicitar e receber R$ 1 milhão oriundo de propina por meio do esquema investigado pela Lava Jato na diretoria de abastecimento da Petrobras. O recurso teria sido utilizado em sua campanha ao Senado.