15 de agosto de 2018, 09h43

Gleisi pode romper acordo com o PSB no AM

Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, ameaça romper aliança com o PSB no Amazonas por discordar do acordo feito entre os dois partidos que isolou sua colega de Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB), que concorre à reeleição

A senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, ameaça romper aliança com o PSB no Amazonas por discordar do acordo feito entre os diretórios locais dos dois partidos que isolou sua colega de Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB), que concorre à reeleição. Assim, a chapa petista um único candidato ao Senado o ex-deputado estadual Chico Preto (PMN), aliado de Jair Bolsonaro no Estado. A aliança prevê David Almeida (PSB) como candidato ao governo estadual, com Jorge Guimarães, do PT, como vice. Firmado no último dia 5, prazo final para as convenções partidárias, o acordo irritou Gleisi, que tenta forçar a inclusão...

A senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, ameaça romper aliança com o PSB no Amazonas por discordar do acordo feito entre os diretórios locais dos dois partidos que isolou sua colega de Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB), que concorre à reeleição. Assim, a chapa petista um único candidato ao Senado o ex-deputado estadual Chico Preto (PMN), aliado de Jair Bolsonaro no Estado.

A aliança prevê David Almeida (PSB) como candidato ao governo estadual, com Jorge Guimarães, do PT, como vice. Firmado no último dia 5, prazo final para as convenções partidárias, o acordo irritou Gleisi, que tenta forçar a inclusão de Vanessa na chapa e passou a negociar diretamente com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Diante da resistência dos socialistas em aceitar Grazziotin na coligação, o caso pode ir parar na Justiça.
Siqueira afirmou que a petista sinalizou a ele que está retirando o PT da coligação, segundo informações do jornal Valor Econômico. Gleisi teria apresentado ao socialista uma “resolução” nesse sentido. O PSB alega que há rejeição muito alta à candidata [dentro do partido], mas Vanessa está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás apenas do também senador Eduardo Braga (MDB).