ASSISTA
01 de Abril de 2017, 17h46

Globo escrachada em Brasília: Sustentadora da ditadura militar e ativa em vários golpes contra os brasileiros

Levante Popular da Juventude ocupa filial da Rede Globo em Brasília Por Viomundo Na noite de ontem (31), os militantes do Levante Popular da Juventude ocuparam a frente da filial da Rede Globo em Brasília, as barracas foram montadas no gramado ao lado da portaria e os militantes que dormiram lá seguem acampados durante o […]

Levante Popular da Juventude ocupa filial da Rede Globo em Brasília

Por Viomundo

Na noite de ontem (31), os militantes do Levante Popular da Juventude ocuparam a frente da filial da Rede Globo em Brasília, as barracas foram montadas no gramado ao lado da portaria e os militantes que dormiram lá seguem acampados durante o dia de hoje.

A ação, que também está acontecendo no Rio de Janeiro, tem dimensão nacional e segue acompanhada de intervenções do Levante em todo o país.

Em Brasília, o momento da ocupação foi marcada pela repressão da ROTAN e da Polícia Militar, que exigiram a documentação de diversos militantes sem que houvesse motivo real para isso.

Na véspera do aniversário de 53 anos do golpe militar de 1964, o objetivo da ação é denunciar a participação da Rede Globo no golpe contra a Presidente Dilma Rousseff, em 2016.

Além disso, o papel da emissora em consolidar o golpe e fazer o povo aceitar a retirada de direitos e o ajuste fiscal.

Com o aprofundamento da crise, a Globo cobra de Michel Temer a Reforma Trabalhista, a Reforma da Previdência, a Reforma Tributária, reformas que representam perdas significativas de direitos para o trabalhador.

Segundo a militante do Levante, Katty Hellen, ‘a Globo é uma das principais articuladoras do golpe e não deve passar impune diante da série de retrocessos políticos que o país vem passando desde 2016’.

Na ocupação de Brasília, o dia será marcado por oficinas de batucada e de confecção de cartazes, além de outras atividades culturais, que acontecerão a partir das 15h.

O movimento convida a todos que desejam prestar solidariedade a se somarem à ocupação que está acontecendo na Quadra 701, Conjunto A, Asa Norte.

1º de Abril: 53 anos do golpe militar de 1964

Durante o golpe militar de 1964 a Rede Globo foi o meio de comunicação oficial da ditadura, transformando-se numa das maiores articuladoras do golpe e maquiando todo o processo de repressão e perda de direitos que ocorria no país.

Parte do que a Globo é hoje é consequência dos investimentos que o governo militar fez na emissora neste período, o dia 1º de abril é um dia de acerto de contas em todo o país.