Imprensa livre e independente
13 de junho de 2016, 12h44

Governo do Estado e prefeitura estreitam relações na cracolândia

Desde 2013, Governo de São Paulo e prefeitura da capital dialogam sobre a ação dos programas em andamento na região da Cracolândia.

Desde 2013, Governo de São Paulo e prefeitura da capital dialogam sobre a ação dos programas em andamento na região do centro de São Paulo Por redação O diálogo entre governo estadual e municipal estreita relações com o estabelecimento de um comitê que discutirá formas de integrar os programas De Braços Abertos e Recomeço, uma vez que, nas ruas, no dia a dia, já existe o diálogo entre os técnicos. O primeiro encontro do comitê aconteceu em maio desse ano. São seis representantes do Recomeço e seis do De Braços Abertos. A próxima reunião deve acontecer ainda esse mês. A...

Desde 2013, Governo de São Paulo e prefeitura da capital dialogam sobre a ação dos programas em andamento na região do centro de São Paulo

Por redação

O diálogo entre governo estadual e municipal estreita relações com o estabelecimento de um comitê que discutirá formas de integrar os programas De Braços Abertos e Recomeço, uma vez que, nas ruas, no dia a dia, já existe o diálogo entre os técnicos.

O primeiro encontro do comitê aconteceu em maio desse ano. São seis representantes do Recomeço e seis do De Braços Abertos. A próxima reunião deve acontecer ainda esse mês. A ideia é que haja maior integração entre os programas, de maneira que os dados de um possam complementar e auxiliar nos trabalhos técnicos do outro.

O programa De Braços Abertos, da prefeitura de São Paulo atende, atualmente, 460 pessoas que são reinseridas no trabalho e na sociedade. Muitos prestam serviços para a própria prefeitura e recebem uma quantia financeira diariamente, além de terem garantidas às suas vagas em hotéis da região.

Veja também:  Paulo Guedes pretende acabar com dedução de gastos com saúde e educação no IR

Já o projeto Recomeço, do governo estadual, prevê a recuperação de dependentes químicos por meio da viabilização de tratamento e medidas de assistência ao usuário e sua família, bem como moradias assistidas. Mais de 30 mil dependentes químicos receberam tratamento, de acordo com o site do programa.

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum