Imprensa livre e independente
04 de fevereiro de 2015, 11h33

Graça Foster e mais cinco diretores da Petrobras renunciam

Embora não tenha havido qualquer comprovação de envolvimento de Foster no suposto esquema de corrupção investigado pela Operação Lava-Jato, o governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva. Com a notícia, as ações da empresa subiram 7% nesta manhã, após terem disparado 15% ontem.

Embora não tenha havido qualquer comprovação de envolvimento de Foster no suposto esquema de corrupção investigado pela Operação Lava-Jato, o governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva. Com a notícia, as ações da empresa subiram 7% nesta manhã, após terem disparado 15% ontem Por Redação A presidenta da Petrobras, Graça Foster, e cinco diretores renunciaram ao cargo, conforme comunicado da companhia enviado ao mercado nesta quarta-feira (4). Os novos integrantes da diretoria serão eleitos em reunião do Conselho de Administração, que será realizada na próxima sexta-feira. Com a notícia, as ações da empresa subiram 7% nesta manhã, após...

Embora não tenha havido qualquer comprovação de envolvimento de Foster no suposto esquema de corrupção investigado pela Operação Lava-Jato, o governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva. Com a notícia, as ações da empresa subiram 7% nesta manhã, após terem disparado 15% ontem

Por Redação

A presidenta da Petrobras, Graça Foster, e cinco diretores renunciaram ao cargo, conforme comunicado da companhia enviado ao mercado nesta quarta-feira (4). Os novos integrantes da diretoria serão eleitos em reunião do Conselho de Administração, que será realizada na próxima sexta-feira. Com a notícia, as ações da empresa subiram 7% nesta manhã, após terem disparado 15% ontem.

Circulam boatos de que os nomes mais fortes para assumir o comando da estatal seriam Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central, Roger Agnelli, que já esteve no comando da Vale por mais de 10 anos, e Rodolfo Landim, ex-parceiro de Eike Batista, com passagens pela Eletrobras e BR Distribuidora. Embora não tenha havido qualquer comprovação de envolvimento de Graça Foster no suposto esquema de corrupção investigado pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, o governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva.

Veja também:  Quem está para se aposentar com R$2,3 mil pode receber R$1,7 mil se “Nova Previdência” for aprovada

Foster ingressou na Petrobras em 1978 e se tornou, em 2012, a primeira mulher do mundo a comandar uma empresa de petróleo de grande porte. Ela foi eleita pela revista norte-americana Fortune a executiva mais poderosa fora dos EUA e ficou em 4º lugar no ranking mundial.

Foto de capa: Tomaz Silva / ABr

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum