11 de setembro de 2018, 10h33

Grupo no Facebook “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro” já tem quase 300 mil participantes

O grupo é destinado apenas às mulheres, incluindo as cis ou trans, não permite discursos de ódio ou bullying nem postagens sobre outros candidatos

Logomarca do Grupo. Foto: Reprodução

O grupo de Facebook “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”, destinado à união das mulheres de todo o Brasil (e as que moram fora do Brasil) contra o avanço e fortalecimento do machismo, misoginia e outros tipos de preconceitos representados pelo candidato Jair Bolsonaro e seus eleitores, está próximo de atingir 300 mil participantes.

O grupo, conforme as regras postadas no perfil, é destinado apenas às mulheres, incluindo as cis ou trans, não permite discursos de ódio ou bullying, nenhuma promoção ou spam e também postagens sobre outros candidatos.

Em texto inicial, as administradoras do grupo dizem acreditar que este cenário “que em princípio nos atormenta pelas ameaças as nossas conquistas e direitos é uma grande oportunidade para nos reconhecer como mulheres. Esta é uma grande oportunidade de união! De reconhecimento da nossa força! O reconhecimento da força da união de nós mulheres pode direcionar o futuro deste país! Bem-vindas aquelas que se identificam com o crescimento deste movimento”, encerra.

Para participar do grupo clique aqui