15 de março de 2018, 13h32

Grupo promove ato no Fórum Social Mundial, em Salvador, em protesto contra a morte de Marielle

Sob gritos de “Marielle, presente”, manifestantes protestam no campus da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Sob gritos de “Marielle, presente”, os manifestantes caminharam pelo campus da UFBA, no bairro de Ondina, com faixas e cartazes – Fotos: Renato Rovai Um grupo de participantes do Fórum Social Mundial, que está sendo realizado em Salvador, caital baiana, promoveu, na manhã desta quinta-feira (15), um ato em protesto contra o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). A manifestação ocorreu na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com faixas, cartazes e muita indignação, os manifestantes se reuniram às 10 horas para exigir a solução do caso. Com gritos de “Marielle, presente”, os manifestantes caminharam pelo campus da UFBA, no bairro...

Sob gritos de “Marielle, presente”, os manifestantes caminharam pelo campus da UFBA, no bairro de Ondina, com faixas e cartazes – Fotos: Renato Rovai

Um grupo de participantes do Fórum Social Mundial, que está sendo realizado em Salvador, caital baiana, promoveu, na manhã desta quinta-feira (15), um ato em protesto contra o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). A manifestação ocorreu na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com faixas, cartazes e muita indignação, os manifestantes se reuniram às 10 horas para exigir a solução do caso.

Com gritos de “Marielle, presente”, os manifestantes caminharam pelo campus da UFBA, no bairro de Ondina, na capital baiana. De acordo com organizadores do ato, cerca de três mil pessoas participam do protesto. Por volta das 13 horas, a manifestação seguia pelas ruas do bairro de Ondina. Segundo informações do G1, movimentos sociais, sindicais, estudantes e políticos, como a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e Hilton Coelho, vereador de Salvador pelo PSOL, mesmo que Marielle Franco fazia parte, participam do protesto em Salvador.