06 de setembro de 2018, 23h40

Haddad denuncia tendenciosismo da GloboNews ao vivo em sabatina na emissora

"A GloboNews nunca contou com outro lado para falar de crise na economia", disse o vice na chapa do PT, em meio a inúmeras interrupções, para rebater as acusações de que o PT "quebrou" o país

Em sabatina na GloboNews na noite desta quinta-feira (6), o vice na chapa do PT para a presidência, Fernando Haddad, denunciou na frente dos jornalistas o tendenciosismo da emissora com relação aos governos de seu partido.

O ex-prefeito teve que lidar com uma equipe de jornalistas que mal o deixava falar ou concluir um raciocínio. Depois de passar um bom tempo do programa tentando explicar a falta de provas na sentença contra Lula, Miriam Leitão propôs: “Vamos mudar a pauta para economia pois o tempo está correndo”. Haddad, então, rebateu: “São vocês que pautam, ué”.

Ao começar a falar sobre economia, no entanto, a jornalista não perguntou as propostas da chapa petista para a área, mas começou a acusar o PT de ter “quebrado” o país. Haddad iniciou sua resposta afirmando que o PT governou o país por três mandatos completos e que, neste período, houve superávit e redução da dívida pública. Antes de concluir, no entanto, foi interrompido por Miriam Leitão, que afirmou que “acompanhou de perto” os erros na economia durante o último governo de Dilma. O vice de Lula, então, tentou rebater: “Eu estou falando de 12 anos, você está falando de 1”.

Os jornalistas, então, visivelmente incomodados, começaram a dizer que Haddad não faz autocrítica e que, para ele, toda a crise econômica foi fruto da sabotagem da oposição ao governo petista. Foi aí que o ex-prefeito denunciou a tendenciosismo da emissora: “As análises que eu ouço aqui na GloboNews nunca contam com o outro lado para falar dos efeitos da crise na economia. Não pode ser só quem pensa de um determinado jeito”.

Ao longo de toda a entrevista, bombardeado por perguntas sobre corrupção, “erros” do PT e Lula, Haddad não conseguiu apresentar nenhuma proposta de governo.

Assista.