14 de setembro de 2018, 19h39

Haddad já equilibra com Bolsonaro em eventual segundo turno, indica Datafolha

Representante do PT aparece com 40%, enquanto Bolsonaro fica com 41% das intenções de voto, em uma simulação de segundo turno; candidato do PSL ainda segue com o maior índice de rejeição, com 44%

Foto: Agência Brasil

O crescimento de Fernando Haddad (PT) se mostra, também, em uma eventual disputa de segundo turno entre o candidato petista e Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com o levantamento do Datafolha, o deputado militar aparece com 41% das intenções de voto, enquanto o representante da coligação “O Povo Feliz de Novo” tem 40%.

Demais simulações, segundo o Datafolha: Bolsonaro 37 x 41 Alckmin; Marina 43 x 39 Bolsonaro; Ciro 40 x 34 Alckmin; Alckmin 39 x 36 Marina; Ciro 45 x 38 Bolsonaro; Alckmin 40 x 32 Haddad; Ciro 44 x 32 Marina; Marina 39 x 34 Haddad; Ciro 45 x 27 Haddad.

Rejeição

O Datafolha também pesquisou o índice de rejeição entre os candidatos à presidência da República. Em primeiro, Jair Bolsonaro, 44%; na sequência: Marina Silva, 30%; Fernando Haddad, 26%; Geraldo Alckmin, 25%; Ciro Gomes, 21%.