Imprensa livre e independente
14 de dezembro de 2018, 12h48

Haddad responde a eleitor de Bolsonaro como vai pagar a indenização ao Edir Macedo

"Estou pensando em pedir emprestado pro Queiroz, mas ele tá sumido...", disse Haddad

Foto: Reprodução/Facebook
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi questionado, em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira (12), por um homem que se apresenta como “tiago_caetano86” como faria para pagar a indenização de R$ 79,2 mil ao bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, por tê-lo chamado de “charlatão” durante a campanha. O homem ainda questionou se Haddad pediria “doações aos pobres” para quitar a dívida, já que “não trabalha”. Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais Foto: Reprodução Haddad respondeu: “Estou pensando em pedir emprestado...

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi questionado, em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira (12), por um homem que se apresenta como “tiago_caetano86” como faria para pagar a indenização de R$ 79,2 mil ao bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, por tê-lo chamado de “charlatão” durante a campanha.

O homem ainda questionou se Haddad pediria “doações aos pobres” para quitar a dívida, já que “não trabalha”.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Foto: Reprodução

Haddad respondeu: “Estou pensando em pedir emprestado pro Queiroz, mas ele tá sumido…”.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, publicada na quarta-feira, 12, o petista sugeriu que Flávio Bolsonaro usou o “gabinete para fazer vaquinha para si mesmo”, o que considera “um expediente muito comum no baixo clero”.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Prévias nas cidades é saída para unidade do campo progressista em 2020, por Theófilo Rodrigues

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum