Imprensa livre e independente
18 de setembro de 2018, 10h07

Haddad sobre a Lava Jato: “PSDB foi muito protegido”

“Será que esse instrumento da delação, quando a pessoa mente ela não deveria receber uma pena ainda maior?", perguntou Haddad

Haddad em entrevista CBN/G1. Foto Reprodução
Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, afirmou nesta terça-feira (18) que o PSDB foi muito protegido pela Operação Lava Jato. “O PSDB foi muito protegido. Eu acho que o PSDB só muito tardiamente passou a responder pelo que fez. E aqui em São Paulo eu acho que não responde até hoje. O que acontece no Metrô, na Dersa, em todas as empresas do Estado, não responde como deveria”. Segundo Haddad, o foco da operação “até 2016 foi um só e com fins eleitorais”. “Até 2016 a Lava Jato foi seletiva. Graças a pressão que foi feita se liberou as...

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, afirmou nesta terça-feira (18) que o PSDB foi muito protegido pela Operação Lava Jato. “O PSDB foi muito protegido. Eu acho que o PSDB só muito tardiamente passou a responder pelo que fez. E aqui em São Paulo eu acho que não responde até hoje. O que acontece no Metrô, na Dersa, em todas as empresas do Estado, não responde como deveria”.

Segundo Haddad, o foco da operação “até 2016 foi um só e com fins eleitorais”. “Até 2016 a Lava Jato foi seletiva. Graças a pressão que foi feita se liberou as informações sobre os outros partidos”.

O petista defendeu melhorias nos mecanismos de delação premiada, com endurecimento de pena para aqueles que mentem, não apresentando provas. “Será que nada na Lava Jato pode ser aperfeiçoado? Será que esse instrumento da delação, quando a pessoa mente ela não deveria receber uma pena ainda maior?”

Haddad citou o caso do ex-senador Delcídio do Amaral (PTC), que foi solto da prisão após a delação sobre um suposto encontro entre Lula e banqueiro André Esteves no caso de compra do silêncio do ex-diretor de Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró. Lula foi absolvido após o Ministério Público constatar que Delcídio havia mentido. “Há delatores que comprovadamente mentiram – um deles registrou a candidatura ao Senado ontem, o Delcídio do Amaral. Quem mentiu tem que voltar para a cadeia. E com a pena agravada”, disse o petista.

Veja também:  Acusado de matar Marielle, vizinho de Bolsonaro tinha facilidades para importar armas como "colecionador e atirador"

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum