Imprensa livre e independente
09 de novembro de 2016, 17h59

Hillary perde eleição, mas recebe maior número de votos absolutos

A democrata não foi eleita porque, nos Estados Unidos, a eleição é indireta, ou seja, os candidatos não são eleitos diretamente pelo povo, como no Brasil, e sim por um colégio eleitoral Por Redação A candidata democrata Hillary Clinton foi derrotada pelo republicano Donald Trump nas eleições presidenciais desta terça-feira (8). A disputa foi tão acirrada que mesmo sendo derrotada, a democrata recebeu 0,2% de votos a mais do seu rival. No fim da apuração Hillary aparece com 59.649.600 de votos, 47.7% do total, enquanto Trump recebeu 59.441.968 votos, equivalente a 47.5% do total. Apesar de ter recebido maioria de votos, a...

A democrata não foi eleita porque, nos Estados Unidos, a eleição é indireta, ou seja, os candidatos não são eleitos diretamente pelo povo, como no Brasil, e sim por um colégio eleitoral

Por Redação

A candidata democrata Hillary Clinton foi derrotada pelo republicano Donald Trump nas eleições presidenciais desta terça-feira (8). A disputa foi tão acirrada que mesmo sendo derrotada, a democrata recebeu 0,2% de votos a mais do seu rival.

No fim da apuração Hillary aparece com 59.649.600 de votos, 47.7% do total, enquanto Trump recebeu 59.441.968 votos, equivalente a 47.5% do total. Apesar de ter recebido maioria de votos, a democrata não foi eleita porque o sistema eleitoral dos Estados Unidos é diferente do Brasil.

Isso ocorre porque, nos Estados Unidos, a eleição é indireta, ou seja, os candidatos não são eleitos diretamente pelo povo, como no Brasil, e sim por um colégio eleitoral. Os votos dos eleitores de cada estado (ainda que dados para candidatos específicos) servem para eleger delegados no Colégio Eleitoral. São estes os responsáveis pela escolha final do futuro presidente.

Veja também:  Carlos Lupi, presidente do PDT, visita Lula na próxima quinta-feira (23)

Os 50 estados norte-americanos e mais a capital Washington têm um número definido de delegados no colégio eleitoral, que é proporcional ao tamanho de cada unidade territorial. A Califórnia, por exemplo, o estado mais populoso do país com mais de 37 milhões de habitantes, tem 55 votos no colégio eleitoral. O estado de Wyoming, pouco povoado, e a capital Washington, têm três delegados cada. Como há 538 delegados, para que um candidato ganhe as eleições presidenciais é preciso alcançar metade do total mais um. Ou seja, precisa ter 270 votos. Trump conseguiu 279.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum