Imprensa livre e independente
24 de janeiro de 2019, 17h37

Integrantes do Charlie Brown Jr. falam com exclusividade à Fórum sobre show/celebração no aniversário de São Paulo

O espetáculo “Tamo Aí na Atividade – Apresenta Charlie Brown Jr” estreia no Vale do Anhangabaú nesta sexta-feira e depois vai circular pelo Brasil

Foto: Instagram
“Não é uma volta, mas sim uma celebração”. Com esta frase, o baterista André Ruas, conhecido de todos como Pinguim, define o que será a apresentação da banda Charlie Brown Jr., ou ao menos parte dela, no Vale do Anhangabaú, nesta sexta-feira (25), a partir das 18h30, durante as comemorações do aniversário de São Paulo, com  entrada gratuita. Além do Pinguim, os três integrantes remanescentes da banda que participarão, e falaram com exclusividade à Fórum, são Marcão Britto, guitarrista desde a primeira formação e o contrabaixista Heitor Gomes. Todos eles são unânimes em afirmar que sentiram muito orgulho com o...

“Não é uma volta, mas sim uma celebração”. Com esta frase, o baterista André Ruas, conhecido de todos como Pinguim, define o que será a apresentação da banda Charlie Brown Jr., ou ao menos parte dela, no Vale do Anhangabaú, nesta sexta-feira (25), a partir das 18h30, durante as comemorações do aniversário de São Paulo, com  entrada gratuita.

Além do Pinguim, os três integrantes remanescentes da banda que participarão, e falaram com exclusividade à Fórum, são Marcão Britto, guitarrista desde a primeira formação e o contrabaixista Heitor Gomes. Todos eles são unânimes em afirmar que sentiram muito orgulho com o convite vindo diretamente do Alexandre Abrão, o Xande, filho do Chorão.

Os três com o Xande. Foto: Reprodução Instagram

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

“Eu recebi o convite com uma felicidade muito grande. Sempre que existe a possibilidade de juntar todo mundo pra fazer um som – a gente já fez isso algumas vezes – é muito bom. E tem mais outra coisa, a gente vai celebrar o aniversário da cidade de São Paulo, que é no dia 25, justamente no ano em que a banda faz 25 anos de existência”, comemora Marcão.

Veja também:  Colunista conversa com David Miranda

Pinguim afirma que deve a sua carreira ao Chorão: “Ele me transformou em músico profissional, conhecido no Brasil inteiro e eu sou eternamente agradecido a isso”, disse.

Foto: YouTube

“Eu também fiquei bem feliz com a possibilidade de tocar com eles novamente. Essa é a primeira vez que rola essa formação, eu, Marcão e Pinguim. E ainda tem os vários amigos que vão participar”, afirma Heitor, que revela também que o show terá um “toque de mágica, pois a gente vai tocar junto com o Chorão através do telão, que vai transmitir o DVD ‘Música Popular Caiçara’”.

A Mágica

A “mágica” deve ser o auge do espetáculo, que vai juntar clássicos de todas as fases da banda, sobretudo os dois primeiros discos “Transpiração Contínua Prolongada” e “Preço Curto…Prazo Longo”. Além dos três músicos, participarão ainda Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), Di Ferreiro, Digão (Raimundos), Supla e Panda (La Raza). As projeções interativas no telão exibirão imagens inéditas do acervo particular de Alexandre Abrão. No final, conforme revelado, a “mágica” será a banda acompanhando o Chorão.

Pinguim conta que eles fizeram uma apresentação em Recife e o Xande ficou sabendo. “Ele adorou a ideia e quis fazer uma homenagem aos 25 anos da banda. Ai, pintou esse show e nós estamos muito felizes em fazer. Tem gente que nunca viu o Charlie Brwon Jr.”, exclamou.

A banda em sua primeira formação. Foto: Divulgação

Todos juntos novamente

Veja também:  Xirê de Vibrafone, de Ricardo Valverde, nos abençoa com o jazz dos terreiros

A propalada volta do Charlie Brown Jr., no entanto, causou certa azia entre alguns remanescentes, sobretudo o guitarrista Thiago Castanho, que se apressou em dizer à imprensa que era impossível imaginar a banda sem o seu líder, o Chorão, morto em março de 2013. A frase do Thiago bateu fundo nos participantes do espetáculo, que gravaram vídeo reafirmando que não se tratava mesmo de uma volta, mas sim de uma homenagem.

Mesmo assim, os fãs só têm motivos para comemorar, pois eles garantem que vão circular o Brasil com a homenagem. O show em São Paulo abre a turnê comemorativa “Tamo Aí na Atividade – Apresenta Charlie Brown Jr”. Quanto às possíveis rusgas, eles também respondem em uníssono que adorariam ter todos os ex-integrantes unidos novamente e que as portas estarão sempre abertas a eles.

“Respeito quem não quer, mas a possibilidade dos que não vieram também participarem no futuro seria ótimo. O Charlie Brown Jr. é maior do que qualquer um de nós. Tudo o que foi construído, a banda tem a sua vida e transcende o tempo”, diz Marcão.

Veja também:  Questionário para emprego em órgão federal pede opinião sobre "intenção de Bolsonaro"

“Este seria o ideal. Nós somos todos amigos. É a nossa história”, acrescenta Pinguim, logo seguido por Heitor, que também concorda: “Esta é a minha opinião também”.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum