Imprensa livre e independente
19 de abril de 2019, 13h44

Irmã de Marcelo Bretas é nomeada para Controladoria Geral do Estado pelo amigo Witzel

Marcilene Cristina Bretas Santana foi nomeada depois de passar por um processo seletivo em janeiro; salários não foram revelados

Reprodução/Instagram
Marcilene Cristina Bretas Santana, irmã do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, foi nomeada para o cargo de assessora da Controladoria Geral do Estado (CGE). Bretas e o governador Wilson Witzel (PSC) são amigos. A irmã do juiz foi nomeada depois de passar por um processo seletivo em janeiro. As exigências para ocupar o cargo eram “ser bacharel em direito, com formação sólida na área pública, saber ler textos em inglês e ter disponibilidade para cumprir a carga horária de 40 horas semanais”. De acordo com informações da CGE, Marcilene já exerceu as funções...

Marcilene Cristina Bretas Santana, irmã do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, foi nomeada para o cargo de assessora da Controladoria Geral do Estado (CGE). Bretas e o governador Wilson Witzel (PSC) são amigos.

A irmã do juiz foi nomeada depois de passar por um processo seletivo em janeiro. As exigências para ocupar o cargo eram “ser bacharel em direito, com formação sólida na área pública, saber ler textos em inglês e ter disponibilidade para cumprir a carga horária de 40 horas semanais”.

De acordo com informações da CGE, Marcilene já exerceu as funções de controladora-geral e consultora jurídica geral na cidade de Queimados. O funcionário que ocupava o cargo antes dela recebia salários de R$ 13, 5 mil. A remuneração da irmã de Bretas não foi revelada pela CGE.

Com informações da Folha de S.Paulo

Veja também:  Bolsonaro faz ironia sobre investigações de candidaturas laranjas do PSL

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum