Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2019, 19h23

Janaína Paschoal diz que Fux errou no caso Queiroz-Bolsonaro

“Respeitosamente, entendo que a decisão do Ministro Fux está equivocada; os fatos devem ser posteriores ao início do mandato. Não é o caso!”, tuitou a deputada estadual pelo PSL

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil O pedido de Flávio Bolsonaro para que o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendesse as investigações contra seu ex-assessor, Fabrício Queiroz, por conta de movimentações financeiras “atípicas” conseguiu desagradar até mesmo os aliados de Jair Bolsonaro. A advogada Janaína Paschoal, eleita deputada estadual por São Paulo pelo PSL, o mesmo partido da família Bolsonaro, usou sua conta no Twitter para discordar da decisão do ministro Luiz Fux. Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais “Respeitosamente, entendo que a decisão do Ministro Fux está equivocada. O precedente...

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O pedido de Flávio Bolsonaro para que o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendesse as investigações contra seu ex-assessor, Fabrício Queiroz, por conta de movimentações financeiras “atípicas” conseguiu desagradar até mesmo os aliados de Jair Bolsonaro.

A advogada Janaína Paschoal, eleita deputada estadual por São Paulo pelo PSL, o mesmo partido da família Bolsonaro, usou sua conta no Twitter para discordar da decisão do ministro Luiz Fux.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

“Respeitosamente, entendo que a decisão do Ministro Fux está equivocada. O precedente que tratou da prerrogativa de foro realmente foi no sentido de que os casos devem ser analisados em concreto; entretanto, os fatos devem ser posteriores ao início do mandato. Não é o caso!”, postou.


Relator

Veja também:  Ex-mulher de Bolsonaro corre para se aposentar antes da reforma da Previdência

A decisão foi tomada até que o relator do caso no STF, ministro Marco Aurélio Mello, se pronuncie: “Foi determinada a suspensão do procedimento investigatório criminal que apura movimentações financeiras atípicas de Fabricio Queiroz e outros, até que o Relator da Reclamação se pronuncie”.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum