17 de janeiro de 2019, 11h02

Jean Wyllys escreve a Lula: “você está livre em mim e em milhões de brasileiros”

Dedicatória foi enviada para a prisão pelo deputado ao ex-presidente no livro “Tempo Bom, Tempo Ruim - Identidades, Políticas e Afetos”

Foto: Facebook
O deputado federal Jean Wyllys (Psol), escreveu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em dedicatória num exemplar de seu livro “Tempo Bom, Tempo Ruim” enviado para a sua cela, na Superintendência Geral da Polícia Federal, em Curitiba: “Sem você, não seríamos o que somos”. “Querido Lula, eu te amo, mesmo, você está livre em mim e em milhões de brasileiros. Sem você, não seríamos o que somos. Atravessaremos esse tempo ruim, e, quando vier de novo o tempo bom, dar-te-ei um abraço livre! Jean Wyllys” Lula respondeu, nesta quinta-feira (17), a Jean com uma carta que o deputado publicou...

O deputado federal Jean Wyllys (Psol), escreveu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em dedicatória num exemplar de seu livro “Tempo Bom, Tempo Ruim” enviado para a sua cela, na Superintendência Geral da Polícia Federal, em Curitiba: “Sem você, não seríamos o que somos”.

“Querido Lula, eu te amo, mesmo, você está livre em mim e em milhões de brasileiros. Sem você, não seríamos o que somos. Atravessaremos esse tempo ruim, e, quando vier de novo o tempo bom, dar-te-ei um abraço livre!

Jean Wyllys”

Lula respondeu, nesta quinta-feira (17), a Jean com uma carta que o deputado publicou em sua conta no Twitter. Nela, Lula agradece e diz ter muito orgulho da atuação do deputado. Veja abaixo:

 

“Tempo Bom, Tempo Ruim – Identidades, Políticas e Afetos”

O livro “Tempo Bom, Tempo Ruim – Identidades, Políticas e Afetos”, de Jean Wyllys, lançado em 2014, fala sobre assuntos que vão desde as manifestações populares de junho de 2013 até a homofobia e o racismo no futebol, passando pela telenovela, a legalização da maconha e o impacto das tecnologias da comunicação.

Com lucidez, erudição e honestidade implacável, Jean Wyllys revê sua trajetória e as lutas que trava diariamente, revelando ao leitor os conflitos sociais e raciais do Brasil, um país de avanços e retrocessos, de tempo bom e tempo ruim.