Seja Sócio Fórum
28 de novembro de 2016, 08h41

Jean Wyllys: PSOL vai entrar com pedido de impeachment contra Temer

Bancada do PSOL protocola nesta segunda-feira (28) pedido de impeachment de Michel Temer e Jean Wyllys comemora e analisa conjuntura em seu perfil no FB.

Bancada do PSOL protocola nesta segunda-feira (28) pedido de impeachment de Michel Temer e Jean Wyllys comemora e analisa conjuntura em seu perfil no Facebook. Por Jean Wyllys, de seu perfil no Facebook Nossa bancada de deputados federais pelo PSOL 50 protocolará um pedido de impeachment do presidente corrupto Michel Temer, por crime de responsabilidade. As recentes denúncias entregues à Polícia Federal pelo ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, envolvendo Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha e o próprio Michel Temer, levantam seríssimos indícios sobre a existência de crime de responsabilidade neste caso (art. 7º, inciso 5, e art. 9º, incisos 3,...

Bancada do PSOL protocola nesta segunda-feira (28) pedido de impeachment de Michel Temer e Jean Wyllys comemora e analisa conjuntura em seu perfil no Facebook.

Por Jean Wyllys, de seu perfil no Facebook

Nossa bancada de deputados federais pelo PSOL 50 protocolará um pedido de impeachment do presidente corrupto Michel Temer, por crime de responsabilidade. As recentes denúncias entregues à Polícia Federal pelo ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, envolvendo Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha e o próprio Michel Temer, levantam seríssimos indícios sobre a existência de crime de responsabilidade neste caso (art. 7º, inciso 5, e art. 9º, incisos 3, 4, 6 e 7 da Lei de Impeachment).

Ao declarar que atuou entre seus ministros para mediar um desacordo entre eles, o que Temer fez, na realidade, foi confessar que utiliza o cargo para resolver assuntos de interesse privado de colegas no PMDB. Trata-se de presidente da República ordenando à órgão técnico que ignore pareceres para satisfazer aliados. Dificilmente a situação poderia estar mais clara sobre a ilegalidade.

Em uma situação desse tipo, a continuidade de Temer como chefe do governo se transformaria em sinônimo de impunidade. Ela serviria apenas como sinalização a outros poderes de que é possível ignorar completamente o ordenamento jurídico no país e se apropriar do funcionamento do Estado para benefício próprio. Isto não se pode permitir.

Há meses atrás a presidenta eleita nas urnas foi afastada sem qualquer acusação a respeito da sua conduta. Embora não tenhamos concordado com a política do governo na ocasião (éramos oposição de esquerda), reiteramos a necessidade de defesa da democracia e das suas instituições. Agora, pelo contrário, a situação liga de forma flagrante o presidente ao enriquecimento ilícito de seus auxiliares mais próximos.

A partir desta iniciativa, nós, da bancada do PSOL, esperamos que sejam dadas à população as respostas adequadas para este fato grave. Que Temer possa se defender, claro. Mas que não se tolere mais esse tipo de pratica que confunde o Estado com o próprio quintal, postura típica da política que tem levado o Brasil à crise política e econômica. Basta!

Foto: Site Oficial/Jean Wyllys

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum