Seja Sócio Fórum
19 de março de 2019, 08h18

João Gilberto tem R$ 80 mil penhorados de sua conta

As dificuldades do músico têm se arrastado já há algum tempo

Foto: Divulgação
De acordo com informações da coluna de Ancelmo Gois, a 25ª Vara Cível do Rio penhorou R$ 79.692,90 das contas bancárias do cantor João Gilberto, de 87 anos. Segundo o advogado José Roberto Chiarelli Costanza, João era fiador do contrato de aluguel de um imóvel no Leblon onde morava a ex-namorada dele, Maria do Céu Harris. Ela foi despejada do imóvel em 2017, mas deixou a dívida. As dificuldades do músico têm se arrastado já há algum tempo. As notícias mais recentes, de maio de 2018, davam conta que João mora em um apartamento na Gávea, cedido por Caetano Veloso,...

De acordo com informações da coluna de Ancelmo Gois, a 25ª Vara Cível do Rio penhorou R$ 79.692,90 das contas bancárias do cantor João Gilberto, de 87 anos.

Segundo o advogado José Roberto Chiarelli Costanza, João era fiador do contrato de aluguel de um imóvel no Leblon onde morava a ex-namorada dele, Maria do Céu Harris.

Ela foi despejada do imóvel em 2017, mas deixou a dívida.

As dificuldades do músico têm se arrastado já há algum tempo. As notícias mais recentes, de maio de 2018, davam conta que João mora em um apartamento na Gávea, cedido por Caetano Veloso, que sempre admirou o músico. Chico Buarque, seu ex-cunhado, colabora pagando o plano de saúde de João.

A filha dele, Bebel Gilberto, que mora em Nova Iorque, diante da situação de fragilidade física e mental, agravada pela péssima condição financeira, tenta, desde o final de 2017, por meio da Justiça, interditar o pai. Nem mesmo trocar as cordas do violão ele consegue mais, apesar de passar boa parte do tempo acordado, cantando.

O músico não abre a porta do apartamento onde mora para ninguém, nem mesmo para o entregador da comida do restaurante que ele sempre pede pelo telefone, uma vez por dia. Normalmente, o cantor se alimenta por volta das 23 horas. A refeição é entregue por uma fresta da porta. O processo de interdição de João Gilberto corre em segredo de justiça na 5ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum