17 de agosto de 2018, 10h26

Jornal da família Sarney debocha de Lula em charge

O jornal O Estado vem perdendo assinantes e a credibilidade, por esconder escândalos envolvendo os seus proprietários

O jornal O Estado com a charge de Lula. Foto: Reprodução
O jornal do Maranhão, O Estado, de propriedade da família Sarney, publicou em sua página de opinião, uma charge onde debocha do ex-presidente e candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Na imagem, com o título de “Começou a Campanha”, aparece o desenho de Lula vestido de presidiário, atrás das grades enquadrado por uma TV. O Estado vem perdendo, ao longo dos anos, o posto de principal jornal do Maranhão, com queda de assinantes e vendas do jornal. Uma das principais razões para isto é a perda de credibilidade, graças à censura da cobertura de recentes escândalos...

O jornal do Maranhão, O Estado, de propriedade da família Sarney, publicou em sua página de opinião, uma charge onde debocha do ex-presidente e candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Na imagem, com o título de “Começou a Campanha”, aparece o desenho de Lula vestido de presidiário, atrás das grades enquadrado por uma TV.

O Estado vem perdendo, ao longo dos anos, o posto de principal jornal do Maranhão, com queda de assinantes e vendas do jornal. Uma das principais razões para isto é a perda de credibilidade, graças à censura da cobertura de recentes escândalos da própria Família Sarney, divulgados com destaque em outros jornais da região, entre eles O Imparcial e Jornal Pequeno.

A sucessão de escândalos e governos ruins fez com que a família Sarney passasse até a esconder o sobrenome nas peças das próprias campanhas eleitorais.

Outro sobrenome que já foi de prestígio e também anda desaparecido das campanhas eleitorais é o da família Murad.

As pesquisas eleitorais mais recentes indicam que Roseana Sarney deve perder as eleições para o atual governador Flávio Dino (PCdoB), que deve ser reeleito ainda no primeiro turno.