Imprensa livre e independente
17 de dezembro de 2015, 17h08

Jornalista da Globo e Estadão quer proibir protestos em dias úteis

Irritada com “o caos em São Paulo” por conta da manifestação contra o impeachment, Eliane Cantanhêde – a mesma que se referiu ao PSDB como um partido da “massa cheirosa” – sugeriu que se proibisse pesseatas que não fossem aos finais de semana Por Redação A comentarista de política do Estadão e da Globo News, Eliane Cantanhêde, nunca escondeu sua ojeriza ao PT e sua simpatia pelo PSDB. Nesta quarta-feira (16), por exemplo, a jornalista postou pelo Twitter o seguinte comentário: “Devia ser proibido fazer manifestação em dia útil. São Paulo está um caos. Irritante!”. Cantanhêde se referia à manifestação...

Irritada com “o caos em São Paulo” por conta da manifestação contra o impeachment, Eliane Cantanhêde – a mesma que se referiu ao PSDB como um partido da “massa cheirosa” – sugeriu que se proibisse pesseatas que não fossem aos finais de semana

Por Redação

A comentarista de política do Estadão e da Globo News, Eliane Cantanhêde, nunca escondeu sua ojeriza ao PT e sua simpatia pelo PSDB. Nesta quarta-feira (16), por exemplo, a jornalista postou pelo Twitter o seguinte comentário:

“Devia ser proibido fazer manifestação em dia útil. São Paulo está um caos. Irritante!”.

cantanhede

Cantanhêde se referia à manifestação contra o impeachment que acontecia entre a avenida Paulista e o centro da capital paulista. No ato, estavam presentes, principalmente, centrais sindicais, organizações sociais e membros da militância petista – público que, aparentemente, a jornalista carrega certa repulsa. Isso por que em 2010, na convenção nacional do PSDB, a colunista se referiu ao partido como uma legenda de “massa cheirosa”, em uma clara ironia aos encontros de militantes do PT.

Veja também:  Emídio de Souza desmente Estadão: “Inverídica declaração sobre abrir mão da campanha Lula Livre e da luta contra a reforma”

“Para quem tá acostumado com esse tipo de reunião, todo mundo tá estranhando. Muita gente, muita bagunça, muita confusão, parece até que o PSDB está virando um partido de massa. Um partido de massa, mas uma massa cheirosa”, disse na ocasião.

Ela também foi criticada em agosto do ano passado por praticamente blindar o nome de tucanos em uma comentário sobre denúncias de corrupção que envolviam o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Questionada por internautas, Cantanhêde respondeu: “Vou tentar encaixar amanhã”.

 

 

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum