Imprensa livre e independente
13 de maio de 2019, 19h57

Jornalista Gilberto Dimenstein pede desculpas por já ter defendido Moro

Jornalista, editor do site 'Catraca Livre', escreveu três vezes a palavra "desculpa" ao lembrar que já considerou Moro um "herói nacional"; arrependimento vem após Bolsoanro confirmar que tem um "compromisso" com o ministro de indicá-lo ao STF

Reprodução
O jornalista Gilberto Dimenstein, editor e fundador do site Catraca Livre, veio à público nesta segunda-feira (13) para pedir desculpas por um dia já ter defendido o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. “E pensar que eu arrumei briga com amigos por defender esse sujeito. E escrevi que ele era um dos heróis nacionais. Desculpa, desculpa, desculpa”, escreveu o jornalsita em sua conta do Twitter ao compartilhar um texto sobre a confirmação de que Jair Bolsonaro vai indicar Moro para a próxima vaga que abrir no Supremo Tribunal Federal (STF). E pensar que eu arrumei briga com amigos...

O jornalista Gilberto Dimenstein, editor e fundador do site Catraca Livre, veio à público nesta segunda-feira (13) para pedir desculpas por um dia já ter defendido o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

“E pensar que eu arrumei briga com amigos por defender esse sujeito. E escrevi que ele era um dos heróis nacionais. Desculpa, desculpa, desculpa”, escreveu o jornalsita em sua conta do Twitter ao compartilhar um texto sobre a confirmação de que Jair Bolsonaro vai indicar Moro para a próxima vaga que abrir no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, no domingo (12), Bolsonaro disse que tem um “compromisso” a cumprir com o ministro da Justiça e esse compromisso seria sua indicação à Corte Suprema.

“Seria um acordo secreto para Moro aceitar ser ministro da Justiça, emprestando sua imagem ao governo. Traduzindo: uma barganha, semelhante aos acordos da chamada “velha política”, tão denunciada por Bolsonaro”, escreveu Dimenstein no texto compartilhado em que aproveitou para pedir desculpas.

Veja também:  Moro planeja viagem aos Estados Unidos após falar ao Senado

Nesta segunda-feira (13), pela manhã, Moro negou que tenha pedido algo em troca à Bolsonaro para assumir o ministério.

Arrependido duas vezes 

Essa não é a primeira vez que Gilberto Dimenstein se diz arrependido de um dia já ter apoiado Moro. Em novembro do ano passado o jornalista  pediu desculpas por ter minimizado o fato de que Moro, enquanto juiz, recebia auxílio-moradia, mesmo tendo casa própria.

“Peço desculpas aos leitores por ter ajudado a criar uma imagem heroica de alguém que não a merecia”, escreveu Dimenstein à época.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum