Imprensa livre e independente
16 de fevereiro de 2017, 11h32

Jornalões escondem o próprio fracasso: Não conseguem acabar com Lula

A grande mídia é incapaz de destruir Lula, a despeito de uma campanha negativa que já dura vários anos; outro motivo para ignorar a pesquisa é a péssima imagem de Michel Temer, que só chegou ao poder graças ao apoio dos meios de comunicação; ou seja: o Brasil tem hoje uma imprensa que vai na direção oposta à dos anseios da população.

A grande mídia é incapaz de destruir Lula, a despeito de uma campanha negativa que já dura vários anos; outro motivo para ignorar a pesquisa é a péssima imagem de Michel Temer, que só chegou ao poder graças ao apoio dos meios de comunicação; ou seja: o Brasil tem hoje uma imprensa que vai na direção oposta à dos anseios da população. Da Redação com Informações do Brasil 247 O Brasil tem hoje uma imprensa que trabalha contra seu próprio povo. Ela exalta o governo de Michel Temer, hoje a figura mais odiada do País, e promove uma campanha negativa...

A grande mídia é incapaz de destruir Lula, a despeito de uma campanha negativa que já dura vários anos; outro motivo para ignorar a pesquisa é a péssima imagem de Michel Temer, que só chegou ao poder graças ao apoio dos meios de comunicação; ou seja: o Brasil tem hoje uma imprensa que vai na direção oposta à dos anseios da população.

Da Redação com Informações do Brasil 247

O Brasil tem hoje uma imprensa que trabalha contra seu próprio povo. Ela exalta o governo de Michel Temer, hoje a figura mais odiada do País, e promove uma campanha negativa contra o ex-presidente Lula, que disparou na pesquisa CNT/MDA e seria eleito presidente novamente se as eleições fossem hoje (leia mais aqui).

Isso ficou claro na decisão dos três principais jornais do País de não noticiar ou esconder a pesquisa CNT/MDA. Folha e Globo, por exemplo, ignoraram o assunto, enquanto o Estado de S. Paulo confinou o tema a um rodapé.

O motivo para essa decisão editorial talvez seja a incapacidade da mídia brasileira em destruir Lula, a despeito de uma campanha negativa que já dura vários anos. Outra razão para ignorar a pesquisa é a péssima imagem de Michel Temer, que só chegou ao poder graças ao apoio dos meios de comunicação.

Veja também:  Haddad visita Lula e diz: “O país precisa ter acesso a todo o material” do The Intercept. VÍDEO

Eis o que os jornais escondem:

CNT/MDA – Estimulada 1:

Lula – 30,5%
Marina – 11,8%
Bolsonaro – 11,3%
Aécio – 10,1%
Ciro – 5%
Temer – 3,7%

CNT/MDA – Estimulada 2:
Lula – 31,8%
Marina – 12,1%
Bolsonaro – 11,7%
Alckmin – 9,1%
Ciro – 5,3%

CNT/MDA – Estimulada 3:
Lula – 32,8%
Marina – 13,9%
Aécio – 12,1%
Bolsonaro – 12%

CNT/MDA – Espontânea 2018:
Lula – 16,6%
Bolsonaro – 6,6%
Aécio – 2,2%
Marina – 1,8%
Temer – 1,1%
Dilma – 0,9%
Alckmin – 0,7%
Ciro – 0,4%

CNT/MDA – 2º Turno:

Lula 39,7%
Aécio 26,5%
B/N – 25,5%

Lula 42,9%
Temer 19%
B/N 29,3%

Lula 38,9%
Marina 27,4%
B/N 25,9%

Avaliação negativa de Temer sai de 36,7% para 44,1%

Positiva cai de 14,6% para 10,3%

Aprovação pessoal caiu de 31,7% para 24,4%. Desaprovação foi de 51,4% para 62,4%.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum