Segunda Tela

10 de agosto de 2016, 14h37

José de Abreu: “Susana Vieira pensa que o Nordeste é feito de idiotas?”

No ato em defesa do juiz Sérgio Moro, atriz elogiou ‘civilidade’ de Curitiba e disse que Norte e Nordeste não sabem da Lava Jato

Por Redação

A participação de artistas no ato em defesa do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, está dando o que falar. Os atores Victor Fasano, Lucinha Lins, Luana Piovani, Susana Viera e Jorge Pontual, além do cantor Fagner, participaram do evento em Curitiba. Porém, o que marcou o encontro foi uma declaração de Susana durante uma entrevista, que foi considerada preconceituosa.

“Eu acho que as pessoas do Norte e Nordeste não têm conhecimento do que está sendo feito aqui [em Curitiba]. Tem que espalhar isso para o Brasil”, disse. Em contrapartida, fez diversos elogios à capital do Paraná: “Uma das capitais mais adiantadas do Brasil em civilidade, educação, limpeza, educação das crianças”.

A hashtag #norteenordeste ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã de terça-feira (9) e gerou inúmeras críticas a Susana. Em 2012, ao interpretar Maria no espetáculo A Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém (PE), a atriz já havia se referido ao Nordeste como uma região atrasada e miserável.

Veja também:  Moro faz Programa do Ratinho ter sua pior audiência neste ano

Na rede social, o também ator José de Abreu não deixou o assunto passar em branco. “Na boa, Susana Vieira, Victor Fasano e o ator pornô [se referindo a Alexandre Frota] é tudo o que eles têm no meio artístico? Tá ‘maus’! Susana Vieira pensa que o Nordeste é feito de idiotas?”, questionou.

“Será que Fagner concorda com a Susana Vieira? O Nordeste não sabe o que é a Lava Jato. O futuro vai cobrar a fatura dos artistas que apoiam o passado”, prosseguiu.

jose-abreu

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum