Imprensa livre e independente
11 de setembro de 2014, 12h46

Jovem gay é brutalmente assassinado em Goiás

Corpo do adolescente foi encontrado em Inhumas, região metropolitana de Goiânia, com bilhete: "Vamos acabar com essa praga"

Corpo do adolescente foi encontrado em Inhumas, região metropolitana de Goiânia, com bilhete: “Vamos acabar com essa praga” Por Redação O adolescente João Antônio Donati, de 18 anos, foi encontrado nesta quarta-feira (10) em um terreno baldio na cidade de Inhumas, região metropolitana de Goiânia (GO). Segundo a polícia, o garoto teve as duas pernas e o pescoço quebrado. Dentro de sua boca foi encontrado um bilhete que continha os seguinte dizeres: “Vamos acabar com essa praga”. A família de João Donti declarou que ele saiu na terça-feira (9) e não voltou mais. O delegado Humberto Teófilo, responsável pelo caso,...

Corpo do adolescente foi encontrado em Inhumas, região metropolitana de Goiânia, com bilhete: “Vamos acabar com essa praga”

Por Redação

O adolescente João Antônio Donati, de 18 anos, foi encontrado nesta quarta-feira (10) em um terreno baldio na cidade de Inhumas, região metropolitana de Goiânia (GO). Segundo a polícia, o garoto teve as duas pernas e o pescoço quebrado. Dentro de sua boca foi encontrado um bilhete que continha os seguinte dizeres: “Vamos acabar com essa praga”.

A família de João Donti declarou que ele saiu na terça-feira (9) e não voltou mais. O delegado Humberto Teófilo, responsável pelo caso, disse que vai investigar as motivações do crime, mas trabalha, principalmente, com a hipótese de crime com conotação homofóbica.

No Facebook, amigos e parentes prestam homenagem ao garoto brutalmente assassinado e se mostram estarrecidos com o fato.

Veja também:  Empresários liderados por dono da Riachuelo resolvem ir às ruas por Bolsonaro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum