ASSISTA
25 de Maio de 2014, 12h18

Juca Kfouri: Ao criticar o Brasil, Ronaldo quis apoiar candidatura do amigo Aécio Neves

Jornalista afirma que o ex-jogador ainda queria, ao revelar a sua vergonha do Brasil, eximir as responsabilidades do COL, do qual faz parte

Jornalista afirma que o ex-jogador ainda queria, ao revelar a sua vergonha do Brasil, eximir as responsabilidades do COL, do qual faz parte

Por Redação

Em seu blog, na madrugada deste domingo (25), o jornalista Juca Kfouri apontou três motivos para que Ronaldo afirmasse, na última sexta (23), que sente vergonha da organização brasileira para a Copa do Mundo 2014. Segundo o blogueiro, um dos alvos do ex-jogador era fortalecer o pré-candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves.

“Ao dizer que está com vergonha do Brasil, Ronaldo, que não dá ponto sem nó, busca três objetivos; eximir o COL das responsabilidades que também são do COL, do qual faz parte, talvez a mais visível; culpar o governo federal, embora as culpas devam ser divididas também entre os 12 governos estaduais e municipais que receberão a Copa do Mundo; apoiar a candidatura à presidência do amigo Aécio Neves”, afirma Kfouri.

Ronaldo afirmou se sentir “envergonhado, porque é o meu País, o País que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora”. A presidenta Dilma Rousseff foi direta na resposta ao amigo de Aécio Neves.

“A Copa do Mundo se aproxima, tenho certeza que nosso país fará a Copa das Copas. Tenho certeza da nossa capacidade, do que fizemos. Tenho orgulho das nossas realizações, não temos do que nos envergonhar e não temos o complexo de vira-latas, tão bem caracterizado por Nelson Rodrigues se referindo aos eternos pessimistas de sempre”, afirmou a presidenta.