Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

17 de maio de 2019, 16h41

Juíza dá prazo de cinco dias à União para dar explicações sobre corte de verba nas universidades

A decisão diz respeito a ação civil pública, movida pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UnB (UnB), que pretende reverter o bloqueio de 30% de recursos às universidades federais

A juíza federal da 7ª Vara Cível da Bahia, Renata Almeida de Moura Isaac, intimou a União para dar explicações sobre o contingenciamento de recursos às universidades federais no prazo de 5 (cinco) dias. A magistrada decidiu esperar ouvir a União se manifestar sobre o caso antes de decidir sobre o deferimento da tutela de urgência.

Ela é a responsável por julgar a ação civil pública movida pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) contra a decisão do Ministro da Educação, que bloqueou 30% dos recursos de todas as universidades federais, publicou no dia 13 de maio de 2019 uma decisão sobre o processo.

Enquanto o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tentava “explicar” no Congresso as razões que levaram o governo a promover cortes profundos na educação, as manifestações contra o bloqueio das verbas tomaram conta de cerca de 170 cidades no país.

“Não é deslegitimando o papel dos estudantes e da comunidade acadêmica que vamos superar os nossos problemas. O Ministro agiu de maneira desleal com o cargo que ocupa”, disse em nota o advogado Leonardo Volpatti, do escritório Lima Nunes e Volpatti Advocacia e Consultoria, que patrocinou a ação junto ao DCE da UnB.

Veja também:  Popularidade de Dallagnol está em baixa nas redes sociais

“O ministro da Educação deve justamente auxiliar na construção de uma política pública mais eficiente, para isso, é preciso ouvir e conciliar com a comunidade acadêmica”, completou Volpatti.

Segundo trecho da ação a decisão do MEC fere a autonomia universitária e a liberdade de pensamento, pesquisa, e os direitos garantidos.

Por causa das declarações do Ministro, o DCE também requereu uma indenização às Universidades ofendidas, por danos à imagem. O corte de recursos pode abalar a segurança e a manutenção das universidades, sendo imprescindível que o bloqueio seja revertido o quanto antes.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum