Seja Sócio Fórum
25 de outubro de 2018, 21h57

Juíza manda retirar faixa contra o fascismo e ameaça prender diretor da UFF

Maria Aparecida da Costa Barros deu prazo até meia-noite para a retirada do material. Segundo ela, caso a determinação não seja cumprida, Wilson Madeira Filho será indiciado pelo crime de desobediência, que tem pena de três meses a um ano de prisão

Reprodução/Facebook Maria Aparecida da Costa Barros, juíza do Tribunal Regional do Rio de Janeiro, ameaçou de prisão o diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), Wilson Madeira Filho. A atitude foi motivada pela colocação de uma faixa na entrada do prédio, com os dizeres: “Direito UFF Antifascista”. As informações são do blog do Lauro Jardim, de O Globo. A juíza deu prazo até meia-noite para a retirada do material. Segundo ela, caso a determinação não seja cumprida, Wilson Madeira Filho será indiciado pelo crime de desobediência, que tem pena de três meses a um ano de prisão....

Reprodução/Facebook

Maria Aparecida da Costa Barros, juíza do Tribunal Regional do Rio de Janeiro, ameaçou de prisão o diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), Wilson Madeira Filho. A atitude foi motivada pela colocação de uma faixa na entrada do prédio, com os dizeres: “Direito UFF Antifascista”. As informações são do blog do Lauro Jardim, de O Globo.

A juíza deu prazo até meia-noite para a retirada do material. Segundo ela, caso a determinação não seja cumprida, Wilson Madeira Filho será indiciado pelo crime de desobediência, que tem pena de três meses a um ano de prisão. Além disso, o diretor também está proibido de permitir atividades políticas na faculdade.

Tanto alunos como professores alegam que a faixa não tem motivação eleitoral, pois se trata de um protesto contra o fascismo e não cita nenhum candidato.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum