#FÓRUMCAST
10 de julho de 2018, 15h20

Juíza marca interrogatório de Paulo Preto, operador do PSDB

Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal de São Paulo, marcou para 9 de agosto o interrogatório do ex-diretor da Dersa, acusado de supostos desvios de R$ 7,7 milhões da estatal paulista

Foto: Reprodução/TV Senado

Maria Isabel do Prado, juíza da 5.ª Vara Federal de São Paulo, marcou para 9 de agosto o interrogatório do ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, operador do PSDB. Ele é acusado de supostos desvios de R$ 7,7 milhões da estatal paulista em desapropriações do trecho Sul do Rodoanel. Segundo investigações no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-diretor comandava o esquema.

“Designo, outrossim, o dia 9 de agosto de 2018, às 10:00 horas, também para oitiva de testemunhas residuais, interrogatório dos réus e encerramento da instrução”, decidiu a magistrada. Os relatos foram publicados no blog do Fausto Macedo.

Na mesma decisão, a juíza Maria Isabel marcou para 26 de julho, a partir das 10 horas, a “oitiva da testemunha ministro Aloysio Nunes, oportunidade em que serão, outrossim, ouvidas outras eventuais testemunhas residuais”. O tucano é o atual ministro de Relações Exteriores.