Imprensa livre e independente
09 de novembro de 2016, 21h59

Justiça absolve Vaccari no caso Bancoop

Ele havia sido acusado de ser o  responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa. Por Brasil 247 O ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) João Vaccari Neto foi inocentado na ação penal em que é denunciado pelo Ministério Público de São Paulo como responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa. Conforme aponta reportagem do blog do jornalista Fausto Macedo, a juíza Cristina Ribeiro Leite Balbone Costa, da 5ª Vara Criminal de São Paulo, absolveu Vaccari por julgar improcedente a ação penal contra ele. Também foram inocentados no processo Ana...

Ele havia sido acusado de ser o  responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa.

Por Brasil 247

O ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) João Vaccari Neto foi inocentado na ação penal em que é denunciado pelo Ministério Público de São Paulo como responsável pelo suposto rombo de R$ 100 milhões nas contas da cooperativa.

Conforme aponta reportagem do blog do jornalista Fausto Macedo, a juíza Cristina Ribeiro Leite Balbone Costa, da 5ª Vara Criminal de São Paulo, absolveu Vaccari por julgar improcedente a ação penal contra ele.

Também foram inocentados no processo Ana Maria Érnica, Tomás Edson Botelho Fraga e Leticya Achur Antonio e Henir Rodrigues de Oliveira. Vaccari era acusado de cometer lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, estelionato (1.133 vezes) e falsidade ideológica.

Não foi “demonstrada sequer a coautoria imputada aos acusados para a prática de crimes de estelionato”, apontou a magistrada.

Veja também:  Mano Brown diz que se arrepende de crítica ao PT: “Doeu em mim”

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum