Imprensa livre e independente
20 de janeiro de 2016, 12h04

Justiça aceita denúncia sobre corrupção na Petrobras desde governo FHC

O magistrado Vitor Valpuesta, da 3ª Vara Federal do Rio, entendeu que havia indícios suficientes na denúncia para configurar os crimes de corrupção ativa, passiva e evasão de divisas.

O magistrado Vitor Valpuesta, da 3ª Vara Federal do Rio, entendeu que havia indícios suficientes na denúncia do MPF para configurar os crimes de corrupção ativa, passiva e evasão de divisas Por Redação* A denúncia do Ministério Público Federal sobre pagamento de propina da empresa holandesa SBM Offshore a funcionários da Petrobras foi aceita pelo juiz substituto da 3ª Vara Federal do Rio, Vitor Barbosa Valpuesta. Com isso, viraram réus os ex-funcionários da estatal Jorge Zelada, Renato Duque, Pedro Barusco e Paulo Roberto Buarque Carneiro, além dos ex-representantes da SBM no Brasil Julio Faerman e Luís Eduardo Campos Barbosa. Segundo o...

O magistrado Vitor Valpuesta, da 3ª Vara Federal do Rio, entendeu que havia indícios suficientes na denúncia do MPF para configurar os crimes de corrupção ativa, passiva e evasão de divisas

Por Redação*

A denúncia do Ministério Público Federal sobre pagamento de propina da empresa holandesa SBM Offshore a funcionários da Petrobras foi aceita pelo juiz substituto da 3ª Vara Federal do Rio, Vitor Barbosa Valpuesta.

Com isso, viraram réus os ex-funcionários da estatal Jorge Zelada, Renato Duque, Pedro Barusco e Paulo Roberto Buarque Carneiro, além dos ex-representantes da SBM no Brasil Julio Faerman e Luís Eduardo Campos Barbosa.

Segundo o MPF, o esquema começou em 1999, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, e se manteve até 2012. O magistrado Vitor Valpuesta entendeu que havia indícios suficientes na denúncia para configurar os crimes de corrupção ativa, passiva e evasão de divisas.

O juiz determinou a abertura da ação penal e o desmembramento do processo em relação aos sete representantes estrangeiros da SBM que também foram acusados.

Veja também:  Presidentes da UNE e da Ubes são agredidos e impedidos de falar em audiência na Câmara


* Com informações da Folha de S. Paulo

Foto de capa: Divulgação/Petrobras

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum