Imprensa livre e independente
10 de março de 2016, 17h01

Justiça manda Polícia Federal devolver senhas do Instituto Lula

Após o instituto do ex-presidente ter denunciado o ‘sequestro’ de toda a sua comunicação pela PF, trocando senhas e impedindo acesso de usuários aos e-mails, juiz Moro volta atrás e solicita a devolução do servidor Por Redação Depois da denúncia do Instituto Lula de que a Polícia Federal teria realizado um “sequestro ilegal” de toda a comunicação da entidade, a Justiça determinou, nesta quinta-feira (11), que seja devolvida a administração do servidor ao instituto do ex-presidente. De acordo com o instituto, que foi alvo de um mandato de busca e apreensão na última sexta-feira (11), agentes da PF solicitaram ao...

Após o instituto do ex-presidente ter denunciado o ‘sequestro’ de toda a sua comunicação pela PF, trocando senhas e impedindo acesso de usuários aos e-mails, juiz Moro volta atrás e solicita a devolução do servidor

Por Redação

Depois da denúncia do Instituto Lula de que a Polícia Federal teria realizado um “sequestro ilegal” de toda a comunicação da entidade, a Justiça determinou, nesta quinta-feira (11), que seja devolvida a administração do servidor ao instituto do ex-presidente.

De acordo com o instituto, que foi alvo de um mandato de busca e apreensão na última sexta-feira (11), agentes da PF solicitaram ao técnico de informática – sob a pena de prisão – a senha do servidor que administra todos os e-mails e a comunicação da entidade. As senhas, então, foram trocadas e todos os usuários tiveram seu acesso ao servidor e ao e-mail bloqueados. O instituto alega ainda que o ‘sequestro’ das senhas não constava no mandato, e que por isso seria ilegal.

A decisão de devolver as senhas, expedida pelo juiz Sérgio Moro, determinou, no entanto, que fossem feitas cópias de todo o conteúdo do servidor.

Veja também:  Departamento de Justiça dos EUA está por trás da Lava Jato, diz Lula ao 'The Intercept'

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum