Imprensa livre e independente
22 de fevereiro de 2017, 15h01

Levy Fidelix é multado por frase homofóbica em debate de 2014

A decisão é por conta de declarações suas nos debates presidenciais de 2014, quando afirmou que "aparelho excretor não reproduz".

A decisão é por conta de declarações suas nos debates presidenciais de 2014, quando afirmou que “aparelho excretor não reproduz”. Da Redação com Informações do Huffington Post Nesta quarta-feira (22), a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de SP decretou que Fidelix deverá pagar uma multa de R$ 25.700, segundo a decisão assinada pelo titular da pasta, Márcio Elias Rosa. A decisão se dá por conta de declarações suas nos debates presidenciais de 2014, quando afirmou que “aparelho excretor não reproduz”. A decisão mantem a condenação aplicada ao parlamentar pela Comissão Especial de Discriminação Homofóbica, de acordo com as informações...

A decisão é por conta de declarações suas nos debates presidenciais de 2014, quando afirmou que “aparelho excretor não reproduz”.

Da Redação com Informações do Huffington Post

Nesta quarta-feira (22), a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de SP decretou que Fidelix deverá pagar uma multa de R$ 25.700, segundo a decisão assinada pelo titular da pasta, Márcio Elias Rosa. A decisão se dá por conta de declarações suas nos debates presidenciais de 2014, quando afirmou que “aparelho excretor não reproduz”.

A decisão mantem a condenação aplicada ao parlamentar pela Comissão Especial de Discriminação Homofóbica, de acordo com as informações da Folha de S. Paulo.

No debate, o Levy pediu coragem aos brasileiros heterossexuais para “enfrentar a minoria”, já que “dois iguais não fazem filho”.

Na época, a fala do político causou revolta nas redes sociais e foi aberto um pedido na plataforma de mobilizações Avaaz para que a Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania de São Paulo, órgão do governo estadual, abrisse um processo administrativo contra Levy com base na legislação que pune a discriminação por orientação sexual.

Veja também:  Após trapalhada no partido de Bolsonaro, oposição formaliza convite para Glenn Greenwald ser ouvido na Câmara

Durante as eleições, o candidato ficou na 7º posição e teve 0.43% dos votos.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum