Imprensa livre e independente
01 de janeiro de 2018, 08h01

Luciano Huck pede para permanecer nas pesquisas eleitorais

O apresentador da Globo solicitou ao diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, que não o exclua das sondagens eleitorais. Os dois se encontraram em dezembro.

O apresentador da Globo solicitou ao diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, que não o exclua das sondagens eleitorais. Os dois se encontraram em dezembro. Da Redação* O apresentador da Globo Luciano Huck pediu ao diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, que não o exclua das sondagens eleitorais. Os dois se encontraram em dezembro, logo depois de Huck ter dito que não vai concorrer à Presidência. Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Huck disse que, para o Agora!, movimento do qual participa e que...

O apresentador da Globo solicitou ao diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, que não o exclua das sondagens eleitorais. Os dois se encontraram em dezembro.

Da Redação*

O apresentador da Globo Luciano Huck pediu ao diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, que não o exclua das sondagens eleitorais. Os dois se encontraram em dezembro, logo depois de Huck ter dito que não vai concorrer à Presidência.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Huck disse que, para o Agora!, movimento do qual participa e que prega a renovação política, nenhum nome de centro conseguiu se firmar como opção viável para o Planalto. Montenegro defendeu a manutenção do nome do apresentador nas sondagens. Segundo ele, o limite para Huck é depois de abril. “Se ele não tiver optado por algum partido, não estará mais”.

*Com informações do Painel da Folha de S.Paulo e do Brasil 247

Foto: João Miguel Jr./TV Globo

Veja também:  Zé Dirceu envia áudio antes de voltar à cadeia: “o vulcão já está em erupção”. Ouça

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum